HIS17 Já emitiu sua credencial gratuita para o HIS '17? Já são +1.600 profissionais! Clique aqui

Pesquisadores da Unifesp sugerem novo critério para espera de transplante do coração

Publicidade

Um dos grandes desafios dos profissionais que tratam pacientes com insuficiência cardíaca (IC) é prever a evolução da doença. A previsão permitiria apontar quem deveria ter prioridade numa lista de espera para transplantes, por exemplo. Um estudo realizado na Unifesp – revelando quais os fatores que pioram a IC – pode dar origem a mudanças nos critérios que definem as prioridades para o transplante. O critério atual leva em consideração a ordem de inscrição. Ou seja, prioriza os que esperam há mais tempo. Curiosamente, segundo o estudo, esses também são os pacientes que apresentam o quadro clínico mais estável. A pesquisa identificou três variáveis que influenciam o prognóstico dos pacientes: a diminuição da capacidade do coração bombear sangue, o aumento do nível de uréia plasmática e a redução da hemoglobina – proteína que transporta oxigênio no sangue e que pode estar reduzida em pacientes com doenças crônicas.

Mais informações nos telefones: (11) 5579-1328/5539-4746/5085-0279.

       
Publicidade

Deixe uma resposta