✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Pesquisa revela índices preocupantes de osteoporose masculina

Publicidade

Uma pesquisa realizada pelo Programa de Osteoporose Masculina (Proma), do Instituto Nacional de Tráumato-Ortopedia (Into), mostrou a incidência da osteoporose em homens. Os resultados da pesquisa que foi iniciada em março de 2004, alertam para a magnitude de um problema até então pouco reconhecido pelos profissionais de saúde. De acordo com a pesquisa, 19,5% dos pacientes maiores de 50 anos atendidos no Into, apresentaram diagnóstico de osteoporose. Já os maiores de 80 anos ou mais, a percentagem foi de 36,4%, enquanto que o grupo de homens com idade entre 50 e 59 anos apresenta 11,6% de incidência.
Ao se analisar separadamente a densidade óssea do quadril de 712 pacientes, a incidência encontrada foi de 12%, ou seja, mais que o dobro do valor estimado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que é de 3% a 6%. A prevalência em homens de cor branca foi de 22,4%, em mulatos, de 16,8%, e, em negros, de 11,4%.
Nos pacientes considerados magros a prevalência de osteoporose foi de 68,6%, enquanto que nos obesos, foi de 7%. Considerando os fumantes, a osteoporose foi mais presente entre os fumantes (29%), que nos não-fumantes (18,1%).

       
Publicidade

Deixe uma resposta