Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Pesquisa realizada em São Paulo indica que artrite reumatóide atinge mais mulheres do que homens

Publicidade

Um estudo realizado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, em parceria com Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto e Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, traçou o perfil dos pacientes com artrite reumatóide no Estado. Dos 1.555 pacientes analisados, 86% eram mulheres, 55% tinham entre 40 e 59 anos e 67% sentiam fortes dores.
O estudo, realizado entre setembro de 2004 e abril de 2005, alerta para o alto custo da doença para o sistema de saúde e para os institutos de previdência, já que causa afastamento do trabalho ou aposentadoria por invalidez. A coordenadora do estudo, Branca Dias Batista de Souza, indica o diagnóstico precoce como a melhor forma de deter o poder de incapacitação da artrite reumatóide.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta