Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Pesquisa mostra benefícios de transplante em diabéticos

Publicidade

Uma pesquisa com transplante de ilhotas pancreáticas (conjunto de células do pâncreas com um sensor para liberação de insulina) apresentou resultados positivos, ao diminuir a quantidade de insulina diária necessária. O procedimento foi realizado pelo Núcleo de Terapia Celular Molecular do Instituto de Química da Universidade de São Paulo, informa a Agência USP. A professora Mari Cleide Sogayar, coordenadora do Nucel, explica que um paciente recebeu quatro infusões de ilhotas e passou a tomar nove unidades diárias de insulina. Antes da cirurgia, o paciente utiliza 36 doses. O transplante também diminuiu os episódios de hipoglicemia. Segundo Mari, as ilhotas pancreáticas são sensíveis às variações de taxa de glicose no sangue.
A pesquisadora começou a fazer os transplantes em dezembro de 2002. A infusão das ilhotas é realizada no fígado, por se tratar de uma região bastante vascularizada, que fornece o suprimento de oxigênio necessário à sobrevivência do material. O órgão também é responsável pelo consumo da maior parte da insulina produzida no pâncreas.
A cirurgia para o transplante é de baixa complexidade, requer corte de 1 a 2 mm, anestesia leve e libera o paciente no dia seguinte à operação. O principal problema encontrado até agora é a necessidade de ministrar ao paciente drogas imunissupressoras para evitar a rejeição das células transplantadas.
Maiores informações podem ser obtidas com a professora Mari Cleide Sogayar, pelo telefone (11) 3091-3810 ramal 210.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta