Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Pesquisa aponta medidas de combate à infecção hospitalar

Publicidade

Como forma de reduzir os índices de infecção hospitalar, que no Brasil ultrapassam 15%, uma série de estudos está sendo coordenada pelo infectologista Victor Rosenthal, do Colégio Médico de Buenos Aires e da Universidade de Valparaíso. Com o apoio da Baxter, a pesquisa vai avaliar a eficácia de medidas de combate ao problema, em países latino-americanos, como programas de educação e implementação das melhores práticas no ambiente hospitalar associados à utilização de sistemas fechados de infusão.
No Brasil, o Hospital Santa Marcelina foi o centro estudado e teve como investigador principal Reinaldo Salomão. Após a adoção das medidas, houve redução de 54% dos índices de infecção da corrente sangüínea adquirida durante a internação e das despesas hospitalares, já que os pacientes infectados passam 23 dias a mais internados do que os não-infectados.
Na Argentina, a diminuição de pacientes infectados foi de 64%, o que proporcionou uma redução de 83% nos gastos do hospital para o tratamento de pacientes infectados e 91% na taxa de mortalidade. No México, a redução de pacientes com infecção hospitalar atingiu 82%.

Resolução
De acordo com a resolução RDC 45, da Anvisa, até 2008, todos os sistemas abertos de infusão deverão ser substituídos por sistemas fechados. Entre os hospitais que já adotaram a medida estão: Hospital das Clínicas, Albert Einstein, Sírio-Libanês, Santa Catarina e São Luiz.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta