Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Pernambuco entra na era das compras eletrônicas

Publicidade

A Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco decidiu apostar na tecnologia, realizando a licitação de materiais hospitalares e medicamentos pela modalidade de Pregão Eletrônico. São 14 licitações, abertas desde 25 de novembro, que deverão movimentar R$ 158 milhões para a compra de medicamentos e R$ 83 milhões no caso dos equipamentos e produtos hospitalares. O processo está aberto para cadastramento de fornecedores até 9 de dezembro. Segundo Fernando Cássio Rodrigues, gerente do Projeto de Compras Eletrônicas da Secretaria de Administração e Reforma do Estado (SARE) de Pernambuco, a expectativa é reunir o maior número possível de fornecedores. “Com um número maior de empresas, há mais competitividade, o que abre a perspectiva de redução no preço para o governo”, afirma Rodrigues.
A expectativa do governo pernambucano é obter uma economia de 20% sobre o preço final dos produtos adquiridos pelo Pregão Eletrônico. “Para a sociedade, o processo também trará ganhos. Os hospitais poderão prestar um serviço com melhor qualidade de atendimento, mantendo seus estoques sempre alimentados, pois a compra on-line é mais rápida que a licitação comum”, explica Rodrigues.
Para participar do Pregão Eletrônico, os fornecedores devem se cadastrar no portal de compras do Governo de Pernambuco (link abaixo). Ao acessar o site, a empresa interessada deve solicitar o seu credenciamento, e ao receber sua senha, poderá entrar no processo e fazer suas ofertas. Encerrado o prazo para as propostas iniciais, o coordenador do pregão abre uma sala de disputa na Internet, em um dia e horário determinado, quando os fornecedores concorrem entre si, de forma virtual.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta