HIS17 | Healthcare Innovation Show Compre 1 convite e leve 2, e economize 50% durante a pré-venda! Saiba mais

Para senador, corte de horas extras aponta desativação de UTI em MT

Publicidade

Na opinião do senador Jayme Campos (DEM-MT), a decisão do Ministério de Planejamento de cortar gastos com horas extras de funcionários e médicos de plantão aponta a desativação da única UTI Neonatal que atende pelo Sistema Básico de Saúde (SUS) em Mato Grosso, gratuitamente. A afirmação foi feita em um discurso, realizado na quarta-feria 3.
O corte, também, acarretou no fechamento do pronto-atendimento pediátrico do hospital e abalou os servidores do Hospital Universitário Júlio Muller, ligado à Universidade Federal de Mato Grosso. Segundo o senador, o Pronto Socorro Municipal de Cuiabá não tem condições de receber as crianças que não vêm sendo atendidas pelo Hospital Universitário, pois passa por reformas, e o corte afetou por todo o país outros 45 hospitais universitários federais.
Em convite, Jayme Campos pediu a cooperação de dois outros senadores de Mato Grosso, Serys Slhessarenko (PT-MT) e Gilberto Goellner (DEM-MT), para a defesa do hospital, além de solicitar um acompanhamento da presidente da Comissão de Educação do Senado, a senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), junto a parlamentares do Mato Grosso, nas negociações do governo federal com os hospitais universitários.
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.
 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta