Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Palestra abordará o diagnóstico e tratamento da Neuropatia Diabética

Publicidade

Palestra abordará o diagnóstico e tratamento da

Neuropatia Diabética

Diagnóstico objetivo e precoce contribui para o tratamento, diz especialista

Com o tema “Neuropatia Diabética, como diagnosticar e tratar, com base na sua história natural”, Dr. Luiz Clemente Rolim, Mestre em Endocrinologia pela UNIFESP-EPM e responsável pelo setor de Neuropatias Diabéticas do Centro de Diabetes da UNIFESP-EPM, dará uma palestra no dia 14 de maio, sábado, às 14h45, durante o 5º. Curso de Atualização do Tratamento do Diabetes (CATD), realizado no Hotel Windsor, na Barra da Tijuca.

O curso abordará a atualização sobre o tema diabetes e reunirá os mais competentes profissionais da área, sob a coordenação do Prof. Leão Zagury, nos dias 12 a 14 de maio.

Com dois enfoques principais, a palestra do Dr. Clemente Rolim, abordará a importância de se fazer um diagnóstico mais preciso e precoce da Neuropatia Diabética, além de apresentar uma estratégia racional para o seu tratamento.

“Hoje sabemos que a Neuropatia Diabética não é apenas a complicação mais prevalente do diabetes, ela é uma das mais precoces, pois pode ocorrer mesmo antes do indivíduo se tornar diabético ou na fase do pré-diabetes. Além disso, ela pode ser reversível, se diagnosticada a tempo. Atualmente também dispomos de novas drogas que tratam tanto a causa quanto o sintoma (dor) da Neuropatia Diabética”, ressalta o médico.

O objetivo é esclarecer a história natural da Neuropatia Diabética, pois como o seu espectro clínico é muito polimórfico (não existe um padrão clínico único), é interessante que tanto o endocrinologista no consultório como o clínico geral no ambulatório possam realmente diagnosticar com objetividade a doença. Para tanto, Dr. Rolim explica que faz-se necessário entender bem em que fase da história natural a neuropatia se encontra em cada paciente, individualmente. Além disso, ressalta que é importante que os médicos saibam qual é o melhor momento para se iniciar o tratamento da Neuropatia Diabética.

“Estamos vivendo uma verdadeira explosão de pesquisas nesta área. Os diabéticos estão vivendo mais e as complicações tornam-se mais frequentes com a idade. Hoje sabemos que o nervo periférico regenera, mesmo após alguns anos de estar lesado pelo diabetes e é crucial fornecermos subsídios para que esta regeneração seja realmente eficaz. Dispomos de novas drogas mais potentes para o tratamento da dor neuropática que acomete até 25% dos diabéticos”, esclarece o médico.

Anote em sua agenda:

5º. Curso de Atualização no Tratamento do Diabetes

Salão Segóvia – 2º. andar

Data: 14/05/2011

Horário: 14h45 às 15h45

Local: Hotel Windsor

Endereço: Av. das Américas, 2.630 – Barra da Tijuca

Rio de Janeiro – RJ

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta