Semana da Saúde 2017 Semana da Saúde: discuta os principais assuntos de Tecnologia da Informação em 10 Webinars. Reserve seu lugar! Clique aqui

PAIS DEVEM CONHECER AS VACINAS QUE AINDA NÃO ESTÃO DISPONÍVEIS NO SUS

Publicidade

Em geral, os pais preocupam-se com o futuro dos filhos antes mesmo do nascimento. Imaginam a personalidade da criança, o quanto será parecida com o pai e a mãe, que atividades desenvolverá. Mas, para realizar os inúmeros planos e seus próprios desejos, os cuidados com a saúde na infância serão essenciais.

Outro quesito fundamental na infância é a imunização. Isso porque o sistema imunológico da criança está em formação, o que a torna vulnerável. Doenças como a meningite podem comprometer o desenvolvimento e deixar seqüelas por toda a vida. “A vacina estimula o organismo a produzir anticorpos contra vírus ou bactérias, protegendo das doenças que muitas vezes estão presentes no ambiente ou no contágio com pessoas infectadas”, explica a infectologista Eliana Bicudo, Diretora da Clínica de Doenças Infecciosas e Parasitárias (CLIDIP), em Brasília.

A gripe é um exemplo de doença que afeta anualmente milhões de pessoas, por um vírus com capacidade de mutação muito alta e transmissão através das vias respiratórias. Além de causar indisposição e mal estar, pode complicar o quadro com infecções ocasionadas por bactérias. Os riscos são ainda maiores em crianças.

Embora algumas vacinas não estejam disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS), como é o caso da Influenza, para gripe, e mesmo a da meningite, elas podem ser encontradas em clínicas particulares. “Prevenir ainda é o melhor remédio. A imunização é um investimento necessário em qualquer idade”, destaca infectologista.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta