Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

País deve ter 480 mil novos casos de câncer este ano

Publicidade

Com estimativa de mais de 480 mil novos casos de câncer no Brasil este ano, autoridades de saúde e organizações médicas promoveram no último sábado (27) atividades de prevenção à doença em várias cidades do país, para marcar o Dia Nacional de Combate ao Câncer.
No Distrito Federal (DF), a Secretaria de Saúde, com o apoio de entidades da sociedade civil, faz exames preventivos de câncer de pele, mama e pulmão na Rodoviária do Plano Piloto, na região central da capital federal.
O câncer de pele (não melanoma) deverá ser o tipo de tumor mais incidente na população brasileira em 2010, com previsão de 114 mil casos este ano. O presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Regional Distrito Federal, Gilvan Alves, alerta que as chances de cura aumentam quando o diagnóstico é feito com o aparecimento dos primeiros sintomas da doença, como feridas difíceis de cicatrizar. “O ideal é procurar o médico de seis em seis meses”, aconselha.
Em relação ao câncer de pulmão, o Inca estima que este ano fechará com 17.800 casos entre homens e 9.830 entre as mulheres. O câncer de pulmão é considerado um tipo de tumor altamente letal, por ser, geralmente, detectado em estágio avançado. “É uma doença que está relacionada, principalmente, à exposição ao fumo”, disse o coordenador do Programa de Controle de Câncer e Tabagismo do DF.
Quanto ao câncer de mama, são estimados 49.240 casos este ano, com um risco de 49 casos a cada 100 mil mulheres.
A mais recente publicação do Instituto Nacional de Câncer (Inca), divulgada ontem (26), aponta que os tipos de tumor mais frequentes nos homens são os de pele (não melanoma), próstata e pulmão. Já nas mulheres, os mais diagnosticados são os de pele (não melanoma), mama e colo do útero. A pesquisa do instituto foi feita em 17 cidades brasileiras, de 2000 a 2005.
Na atual publicação do Inca, divulgada ontem (26), as cidades de Porto Alegre, Goiânia e São Paulo aparecem com os maiores índices de registros de câncer entre 2000 e 2005, tanto em homens quanto em mulheres. A capital gaúcha obteve a maior média de incidência da doença. Entre os homens, foram 404,16 casos por 100 mil habitantes. No público feminino, foram 286,18 por grupo de 100 mil.
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/#!/sb_web e fique por dentro das principais notícias de TI e telecom. 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta