Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Paciente do Grendacc recebe endoprótese alongável

Publicidade

A exemplo de grandes centros de referência no tratamento de tumores ósseos, médicos do Instituto de Clínicas Pediátricas ?Bolivar Risso? ? Grendacc, de Jundiaí (SP), acabam de realizar cirurgia de substituição total de fêmur por endoprótese não convencional alongável, que permitiu retirada do tumor e reconstrução do membro, evitando traumas de uma possível mutilação. A paciente, de cinco anos de idade, recebeu a endoprótese alongável que permitirá boa função do membro acometido e razoável qualidade de vida. ?E como tem o mecanismo de alongamento progressivo, a prótese permitirá inclusive a eqüalização dos membros, conforme o crescimento da criança?, explicou o oncologista ortopédico responsável pela cirurgia, o doutor Alejandro Enzo Cassone.
O procedimento foi realizado no Hospital São Vicente de Paulo e o trabalho de pré e pós-operatório contou com toda a equipe médica e multidisciplinar do Instituto Bolivar Risso, representada pela oncologista e hematologista pediátrica Sandra Regina Loggetto, pela oncologista pediátrica Eliana Carla Benites, pela psicóloga Edna Dias de Pontes Silva e pela fisioterapeuta Cláudia Blumer Pacchiele.
Relativamente raros, os chamados tumores ósseos malignos primários (originados no osso), correspondem a 5% de todos os tipos de câncer da infância. Os números também são apresentados pelo Dr. Cassone, que é especialista pelo Instituto Ortopédico Rizzoli (Bologna, Itália).
De acordo com ele, estimativas apontam a ocorrência de 10 casos novos para cada um milhão de habitantes por ano. Sendo assim, nos Estados Unidos ocorrem cerca de 4,5 mil novos casos enquanto no Brasil são 1,5 mil , anualmente.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta