Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Opinião: O que você achou do fim da CPMF?

Publicidade

O corte da CPMF trará um impacto nos recursos da Saúde? Até o momento, o governo junto ao Ministério da Saúde avalia o saldo final da decisão do Senado. Para o Saúde Business Web a sua opinião é muito importante. Deixe aqui sua opinião sobre a rejeição do tributo.
Confira ainda:
Cobertura completa CPMF
Frases do setor da saúde sobre a rejeição da CPMF
Vote em nossa enquete: Você concorda com o fim da CPMF?
“Só quero reforçar meu comentário anterior e ressaltar a irônia que cerca a CPMF. Esse imposto teve como justificativa o fato de a arrecadação ser utilizada em investimento na saúde, fato esse que não se concretizou visto que, na verdade, esse imposto serviu para pagar dividas do governo e, também, aumento nos gastos públicos. Portanto, esse mesmo imposto, que não injetou verba para a saúde, agorá extinto, irá justamente retirar – ainda mais – investimentos nessa mesma área.” (Mauricio Fernandes dos Santos, da Divicom)
“Se olhar pelo lado puro e simples do fim do imposto, com certeza acho que foi ótimo, não há justificativa para os impostos em cascata no Brasil. Porém, olhando a situação como um todo, a falta desse imposto será uma “fuga” para diversos problemas públicos, o governo irá culpar a oposição que, por sua vez, alegará que o governo deveria cortar custos. Portanto, o fim do imposto nada mais será do que mais uma munição para o embate entre partidos e políticos. Creio que, nesse momento, o ideal seria falar em uma reforma tributária e não em acabar com a CPMF”. (Mauricio Fernandes dos Santos, da Divicom)
“Complementando, quero reforçar que na origem desse imposto a justificativa foi de que seria um investimento na área da saúde, fato esse que não se consumou. O grande problema com o fim do mesmo é que a saúde, que já não contou com recursos diretos da CPMF, agora irá receber ainda menos investimentos para cobrir a falta da receita proveniente desse imposto”. ((Mauricio Fernandes dos Santos, da Divicom)
“Um desabafo! O fim da CPMF e de cunho político, a sociedade sequer arbitra algo. Políticos da oposição já afirmaram em praça publica que aprovam a prorrogação da CPMF desde que se definam onde os recursos serão utilizados. Porque votaram contra o fim da CPMF, sabendo que administração do País, esta na união de dos partidos? Continuam a menosprezar a inteligência da sociedade, cortar gastos e despesas seria uma das alternativas, mas antes disso, deve ser feito um planejamento de cortes que também o senado deveria votar com a intenção de por fim a CPMF, sem prejudicar o crescimento do País.” (Gilson Carlos Santos, do Santa Marcelina)
“Indiretamente a CPMF vai mexer com a macro-economia do país inteiro. Mas acho que ainda é um pouco cedo para fazer conclusões, os impactos precisam ser mais bem analisados, mas existe sim motivos para preocupação. O certo seria o governo cortar gasto, mas acho que irão cortar os investimentos. E isto acaba gerando menos emprego e diminui a entrada de profissionais no setor privado.” (Marco Antonio Zaccarelli, diretor comercial do Hospital e Maternidade Santa Joana e Pro Matre)

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta