Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

OPINIÃO: O novo líder para um modelo futurístico de gestão

Publicidade

A empresa que verdadeiramente encanta é desenvolvida pela Gestão integrada, participativa, pró-ativa e com abrangência teleológica ou holística. É o tipo de empresa que permite a sensação de conectividade e de interatividade pela modernidade tecnologia, mas também proporciona uma visão abrangente do universo social e empresarial em que opera.

Deixe o seu comentário sobre esta notícia

Tem mais informações sobre o tema? Então, clique

Essa empresa que encanta busca será uma das melhores empresas para se trabalhar e tem no humano o seu fator de sucesso, fazendo crer que em menos de cinco anos, a empresa que não tiver seu foco principal nas relações com seus colaboradores – este é o cliente numero um – estará fadada a desaparecer. Lamentavelmente, na área de saúde corre-se seriamente este risco. 

Essa empresa, que verdadeiramente encanta, sem dúvida, além da técnica e dos resultados mensuráveis em balanços patrimoniais tangíveis, estará em constantes buscas dos ativos intangíveis, valorizando o Homem como principal fator para o seu sucesso, entendendo que o processo produtivo pode e deve ser humanizado e, que a gestão deve ter forte componente transcendental e espiritual, promovendo um encontro do tecnicismo objetivo-pragmático com o estratégico-espiritual.

A futura Gestão holística espiritualizada integrará todo o universo da organização, agrupando e potencializado as partes, na busca do desenvolvimento integrado entre o organizacional e o humano, com foco nos resultados otimizados, que serão cada vez mais obtidos pela criatividade, intuição, flexibilidade, conhecimento técnico e modernas metodologias, misturados pela sinergia do processo através da liderança situacional, em busca da fidelidade do todo e das partes.

A Gestão holística será exercida por um líder com alta capacidade técnica e igualmente holístico e espiritual, centrado e equilibrado com as forças universais que move o Todo, inclusive pessoas e empresas.

O LIDER HOLISTICO

O líder holístico será um Ser competente, generalista e altamente relacionado. Fiel e altamente comprometido com o trabalho e com as pessoas. Manter-se-á motivado, ativo e centrado nos processos e essencialmente nas relações. Além da dedicação ao trabalho terá, também, o perfil plenamente integrado com a família, amigos e sociedade em geral.

Esse Líder holístico-espiritual fará do seu trabalho e dos seus relacionamentos uma brilhante oportunidade para melhorar a qualidade de vida das pessoas, agindo com responsabilidade social e ambiental, o que o torna a si próprio e a todo o ambiente relacional plenamente feliz.

O líder holístico preparado para a década a partir de 2010, será um Ser Quântico com capacidade de relacionamento. Essa relação será baseada em consideração positiva que permitirá realizar tanto o seu potencial como o potencial de outras pessoas, permitindo ainda que seja criada uma identidade integrada maior que a soma das partes.

O líder holístico saberá que o atendimento das pessoas é realmente o que importa, por isso pautará a sua vida por princípios sociais, humanos e estratégicos, voltados sempre para o bem estar das pessoas. O seu grande objetivo além do trabalho é alcançar a admiração das crianças, o respeito dos homens inteligentes e amizade dos humildes, sem perder o foco das estratégias, objetivos e metas da organização.

Esse líder moderno, será o difusor do “Empowerment“, preparando indivíduos para agirem plenamente num processo de delegação e gerência participativa. Conseqüentemente, esse novo e moderno líder formatará a nova organização e encantará parceiros e clientes.

O líder que atuará dentro da gestão holística e espiritualizada terá profundo respeito com as pessoas, respeitando não apenas clientes, mas essencialmente todo o relacionamento de sua cadeia de integralidade funcional e pessoal, respeitando as diversidades e os grupos, quer sejam colaboradores, fornecedores, clientes, vizinhos, membros da comunidade, reconhecendo que toda pessoa é acima de tudo um espírito, antes de ser um agente de produção.

Na condição de líderes holísticos, antecipando a esse novo estilo, temos a responsabilidade de entender essas pessoas e ajudá-las, especialmente em se tratando de relacionamento no trabalho, procurando alcançar juntos os objetivos não apenas corporativos, mas também os pessoais e sociais das pessoas e dos grupos, em um processo de ganha/ganha para todos, equilibrando os objetivos, expectativas e perspectivas, será o encontro do BSC Organizacional com o BSC Pessoal.

Entendendo que pessoas não são mero fator de produção, mas agentes de progresso, de prosperidade e de geração de riquezas materiais e espirituais,  passamos a compreender que esse Ser maravilhoso é espírito e a compreender o coração de um colaborador, na condição de colega de trabalho. Isso se constitui na suprema realização no trabalho. É a espiritualidade promovendo o sucesso no trabalho.

Como lideres holísticos no trabalho, antecipando a este novo estilo gerencial,  é nossa responsabilidade compartilhar o nosso coração com eles, pois essa reciprocidade espiritual gera confiança, credibilidade e respeito, fazendo fluir o mover espiritual no ambiente. Isto é administrar com a mente e com o coração, conquistando as mãos (trabalho) a mente (inteligência) e o coração (emoções). Isto é ser profissional plenamente eficaz e essencialmente espiritual no próprio trabalho.

* Valdir R. Borba é mestre em administração e é coordenador do MBA de Gestão em Serviços de Saúde da Fundação Unimed.

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicadas refletem unicamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da IT Mídia ou quaisquer outros envolvidos nesta publicação.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta