Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Operadoras de saúde avaliam proposta da OAB-SP esta semana

Publicidade

As operadoras de saúde, representadas pela Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados e Capitalização (Fenaseg) e pela Associação Brasileira de Medicina de Grupo (Abramge), devem decidir, na próxima quinta-feira (12/08), se aceitam a proposta de reajuste de mensalidades dos contratos anteriores a janeiro de 1999, elaborada pela Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo (OAB- SP), segundo informações da Agência Brasil. A proposta da OAB-SP, apresentada às empresas de saúde privada, entidades de defesa do consumidor e associações médicas, sugere que os contratos antigos sejam transformados em novos, aplicando-se um reajuste de 15%. Depois da adaptação, os contratos receberiam ainda um reajuste adicional de 11,75% proposto pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o que resultaria num reajuste total de 26,75% para todos os contratos.
Segundo o presidente da OAB-SP, Luís Flávio Borges D?Urso, a adaptação não seria compulsória, trata-se apenas de um caminho para a conciliação. Segundo ele, a entidade encaminhou a proposta para a ANS para que um representante compareça na próxima reunião de quinta-feira, na tentativa encontrar uma proposta única.
Até agora, a ANS não participou das reuniões da OAB. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, a agência só pode ser representada por sua diretoria que por problemas de agenda não compareceu às reuniões. A ANS diz que irá se manifestar sobre o documento da OAB assim que recebê-lo.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta