Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Operação Saúde prende 58 suspeitos

Publicidade

A Operação Saúde, deflagrada nesta segunda-feira, 16, pela Polícia Federal, prendeu em seis estados 58 pessoas suspeitas de desvio de recursos públicos destinados à compra de medicamentos. Entre os presos, 12 são secretários municipais.

Foram detidos 30 funcionários públicos municipais e três estão foragidos. Três pessoas ligadas às empresas investigadas também estão sendo procuradas. As prisões ocorreram no Rio Grande do Sul, em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, no Paraná, em Santa Catarina e Rondônia, de acordo com balanço divulgado no final da tarde pela PF em Passo Fundo (RS).
Três grupos foram desarticulados no município gaúcho de Barão do Cotegipe. Segundo a PF, o esquema criminoso funcionava com fraudes em licitações públicas, desvio de verbas para a compra de remédios e entrega parcial dos produtos comprados. Os recursos obtidos com as fraudes eram divididos entre os servidores públicos e as empresas.
Os envolvidos podem ser indiciados pelos crimes de corrupção ativa e passiva, fraude em licitações, formação de quadrilha, peculato e lavagem de dinheiro. Em caso de condenação, eles podem pegar até 45 anos de prisão.
A operação policial foi feita em parceria com a Controladoria-Geral da União (CGU), envolvendo 282 policiais federais e 18 auditores. A Justiça Federal em Erechim (RS) expediu 64 mandados de prisões temporárias e 70 de busca e apreensão. As investigações começaram em 2009.

Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/#!/sb_web e fique por dentro das principais notícias de Saúde.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta