Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

OMS lança campanha para reduzir déficit de profissionais de saúde

Publicidade

Durante a 59ª reunião da Assembléia Mundial da Saúde, principal órgão de tomada de decisões da OMS, os 192 países-membros ratificaram, em Genebra, uma resolução comprometendo-se a estabelecer programas de desenvolvimento de recursos humanos que favoreçam a contratação e retenção de “um número suficiente de pessoal”, em seus territórios do pessoal de enfermaria e de assistência em partos, com o objetivo de evitar o êxodo de profissionais para nações que pagam melhor. A OMS deverá promover a participação ativa dos profissionais no desenvolvimento de seus sistemas de saúde e na aplicação de políticas sanitárias. Além disso, anunciou o lançamento da “Aliança Mundial em prol do Pessoal Sanitário”, uma campanha para ajudar os países a melhorar o planejamento, formação e emprego de sua força de trabalho na área.
Parte do programa será uma Iniciativa de Formação Acelerada, destinado a conseguir um aumento rápido do número de profissionais qualificados nos países com maior déficit. As estratégias incluem o financiamento de instituições de formação sanitária e a criação de alianças entre centros de ensino de países industrializados e em desenvolvimento, para o intercâmbio de estudantes e de pessoal docente.
A OMS avalia em 4 milhões de profissionais o déficit de médicos, pessoal de enfermaria e de assistência aos partos em 57 países, dos que 36 são da zona subsaariana da África.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta