Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

O SELO DE QUALIDADE DA ACREDITAÇÃO

Publicidade

A acreditação de operadoras de saúde e de empresas de assistência domiciliar, estas fiscalizadas pela ANVISA e que são a tendência do setor, está na pauta da ANS diante da prioridade na atenção ao cuidado de pacientes crônicos e na prevenção de doenças. Prioridade que reduz custos e melhora a qualidade de vida dos pacientes.

Os serviços de saúde com certificações concedidas pela ONA – Organização Nacional de Acreditação são relativamente poucos. Com 130 mil estabelecimentos de saúde no Brasil, apenas cerca de duzentos obtiveram o selo de qualidade da acreditação até agora.

Faltam políticas públicas que estimulem a qualificação dos serviços e iniciativa do setor privado pela melhor qualificação da rede prestadora de serviço, através da ONA, entidade reconhecida pelo Ministério da Saúde e pela ANVISA (falta a ANS) para coordenar o Sistema Brasileiro de Acreditação, para definir a sistemática de avaliação, elaborar os padrões de qualidade e capacitar os profissionais para o exercício dessa atividade.

Embora haja controvérsias, criar uma remuneração diferenciada para os estabelecimentos acreditados nos três níveis – estrutura, processos e resultados – é uma das soluções para a melhoria do atendimento na rede de prestadores de serviços de saúde e para reduzir a burocracia, melhorando a confiança do setor.

Josué Fermon é Consultor em Saúde Suplementar e autor de estudo sobre acreditação hospitalar realizado em 2003 para o Ministério da Saúde.

www.fermon.com.br

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta