Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Novo Nordisk anuncia crescimento de 15% nas vendas

Publicidade

A Novo Nordisk, fabricante de produtos para o tratamento do diabetes, anunciou os resultados dos nove primeiros meses de 2004. As vendas globais cresceram 15% em moedas locais no período, sendo que se medidas em moeda dinamarquesa, o índice de crescimento foi de 11%. As vendas de análogos de insulina cresceram 87%, enquanto as de NovoSeven aumentaram 15%, ambas em moedas locais. O lucro operacional da Novo Nordisk aumentou 10% nos nove primeiros meses de 2004 (totalizando 5,2 bilhões em Coroas Dinamarquesas), sendo que o lucro líquido cresceu 4% (totalizando 3,6 bilhões em Coroas Dinamarquesas) no mesmo período. Os ganhos por ação (diluídos) aumentaram aproximadamente 5%.
A expectativa de crescimento da Novo Nordisk para 2004, é de 12% a 14%, em moedas locais, com base no aumento do mercado de análogos de insulina, combinado às expectativas de avanço das vendas do NovoSeven.
As vendas de produtos para diabetes cresceram aproximadamente 15%, medidos em moedas locais, em comparação aos primeiros nove meses de 2003, e por volta de 11% em Coroas Dinamarquesas, totalizando DKK 14,97 bilhões.
As vendas de análogos de insulina, insulina humana e produtos relacionados à insulina aumentaram aproximadamente 14%, mensurados em moedas locais, e 11% em Coroas Dinamarquesas, chegando a DDK 13,72 bilhões. Todas as regiões contribuíram para o crescimento tanto em moeda local como em moeda dinamarquesa.
As vendas de análogos de insulina aumentaram 87% em moedas locais e 80% em moeda dinamarquesa, nos primeiros nove meses de 2004, totalizando DKK 3,2 milhões. O market share da Novo Nordisk no segmento de análogos de insulina continua crescendo e está se aproximando de 30% do mercado mundial. Taxas de crescimento reais foram obtidas em todas as regiões, sendo que a América do Norte foi a principal condutora desse resultado. As vendas de análogos de insulina representam 55% do crescimento total em moedas locais, e agora constituem mais do que 20% das vendas totais de produtos de insulina da Novo Nordisk.
Detemir (nome comercial Levemir), o análogo de insulina de longa ação da Novo Nordisk, foi lançado recentemente em dez países europeus, incluindo a Inglaterra e a Alemanha e as respostas, segundo a companhia, têm sido positivas.
Receitas provindas de operações internacionais aumentaram 17% em moedas locais e 11% em Coroas Dinamarquesas. O principal condutor desse crescimento são as vendas de insulina humana, estimuladas pela China e Brasil. Os análogos de insulina continuam a contribuir para o crescimento nestes mercados e a Novo Nordisk assume a liderança como líder mundial no segmento de análogos de insulina na região de Operações Internacionais.
As vendas de antidiabéticos orais aumentaram, nos nove primeiros meses de 2004, em todas as regiões por volta de 26% em moedas locais e 19% em Coroas Dinamarquesas, chegando a DKK 1,25 bilhão. O crescimento foi conduzido, principalmente, pela América do Norte.
As vendas relacionadas ao segmento biofarmacêutico aumentaram 14% em moedas locais em comparação aos nove primeiros meses de 2003, e cerca de 10% em Coroas Dinamarquesas, atingindo DKK 6,28 bilhões.
A Novo Nordisk é voltada para o cuidado à saúde e tratamento do diabetes com forte atuação em áreas como distúrbios de coagulação e do crescimento e terapia de reposição hormonal. Com sede na Dinamarca, a Novo Nordisk emprega aproximadamente 18,8 mil pessoas em 69 países e seus produtos são comercializados em 179 países.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta

Novo Nordisk anuncia crescimento de 15% nas vendas

Publicidade

A Novo Nordisk, fabricante de produtos para o tratamento do diabetes, anunciou os resultados dos nove primeiros meses de 2004. As vendas globais cresceram 15% em moedas locais no período, sendo que se medidas em moeda dinamarquesa, o índice de crescimento foi de 11%. As vendas de análogos de insulina cresceram 87%, enquanto as de NovoSeven aumentaram 15%, ambas em moedas locais. O lucro operacional da Novo Nordisk aumentou 10% nos nove primeiros meses de 2004 (totalizando 5,2 bilhões em Coroas Dinamarquesas), sendo que o lucro líquido cresceu 4% (totalizando 3,6 bilhões em Coroas Dinamarquesas) no mesmo período. Os ganhos por ação (diluídos) aumentaram aproximadamente 5%.
A expectativa de crescimento da Novo Nordisk para 2004, é de 12% a 14%, em moedas locais, com base no aumento do mercado de análogos de insulina, combinado às expectativas de avanço das vendas do NovoSeven.
As vendas de produtos para diabetes cresceram aproximadamente 15%, medidos em moedas locais, em comparação aos primeiros nove meses de 2003, e por volta de 11% em Coroas Dinamarquesas, totalizando DKK 14,97 bilhões.
As vendas de análogos de insulina, insulina humana e produtos relacionados à insulina aumentaram aproximadamente 14%, mensurados em moedas locais, e 11% em Coroas Dinamarquesas, chegando a DDK 13,72 bilhões. Todas as regiões contribuíram para o crescimento tanto em moeda local como em moeda dinamarquesa.
As vendas de análogos de insulina aumentaram 87% em moedas locais e 80% em moeda dinamarquesa, nos primeiros nove meses de 2004, totalizando DKK 3,2 milhões. O market share da Novo Nordisk no segmento de análogos de insulina continua crescendo e está se aproximando de 30% do mercado mundial. Taxas de crescimento reais foram obtidas em todas as regiões, sendo que a América do Norte foi a principal condutora desse resultado. As vendas de análogos de insulina representam 55% do crescimento total em moedas locais, e agora constituem mais do que 20% das vendas totais de produtos de insulina da Novo Nordisk.
Detemir (nome comercial Levemir), o análogo de insulina de longa ação da Novo Nordisk, foi lançado recentemente em dez países europeus, incluindo a Inglaterra e a Alemanha e as respostas, segundo a companhia, têm sido positivas.
Receitas provindas de operações internacionais aumentaram 17% em moedas locais e 11% em Coroas Dinamarquesas. O principal condutor desse crescimento são as vendas de insulina humana, estimuladas pela China e Brasil. Os análogos de insulina continuam a contribuir para o crescimento nestes mercados e a Novo Nordisk assume a liderança como líder mundial no segmento de análogos de insulina na região de Operações Internacionais.
As vendas de antidiabéticos orais aumentaram, nos nove primeiros meses de 2004, em todas as regiões por volta de 26% em moedas locais e 19% em Coroas Dinamarquesas, chegando a DKK 1,25 bilhão. O crescimento foi conduzido, principalmente, pela América do Norte.
As vendas relacionadas ao segmento biofarmacêutico aumentaram 14% em moedas locais em comparação aos nove primeiros meses de 2003, e cerca de 10% em Coroas Dinamarquesas, atingindo DKK 6,28 bilhões.
A Novo Nordisk é voltada para o cuidado à saúde e tratamento do diabetes com forte atuação em áreas como distúrbios de coagulação e do crescimento e terapia de reposição hormonal. Com sede na Dinamarca, a Novo Nordisk emprega aproximadamente 18,8 mil pessoas em 69 países e seus produtos são comercializados em 179 países.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta

Novo Nordisk anuncia crescimento de 15% nas vendas

Publicidade

A Novo Nordisk, fabricante de produtos para o tratamento do diabetes, anunciou os resultados dos nove primeiros meses de 2004. As vendas globais cresceram 15% em moedas locais no período, sendo que se medidas em moeda dinamarquesa, o índice de crescimento foi de 11%. As vendas de análogos de insulina cresceram 87%, enquanto as de NovoSeven aumentaram 15%, ambas em moedas locais. O lucro operacional da Novo Nordisk aumentou 10% nos nove primeiros meses de 2004 (totalizando 5,2 bilhões em Coroas Dinamarquesas), sendo que o lucro líquido cresceu 4% (totalizando 3,6 bilhões em Coroas Dinamarquesas) no mesmo período. Os ganhos por ação (diluídos) aumentaram aproximadamente 5%.
A expectativa de crescimento da Novo Nordisk para 2004, é de 12% a 14%, em moedas locais, com base no aumento do mercado de análogos de insulina, combinado às expectativas de avanço das vendas do NovoSeven.
As vendas de produtos para diabetes cresceram aproximadamente 15%, medidos em moedas locais, em comparação aos primeiros nove meses de 2003, e por volta de 11% em Coroas Dinamarquesas, totalizando DKK 14,97 bilhões.
As vendas de análogos de insulina, insulina humana e produtos relacionados à insulina aumentaram aproximadamente 14%, mensurados em moedas locais, e 11% em Coroas Dinamarquesas, chegando a DDK 13,72 bilhões. Todas as regiões contribuíram para o crescimento tanto em moeda local como em moeda dinamarquesa.
As vendas de análogos de insulina aumentaram 87% em moedas locais e 80% em moeda dinamarquesa, nos primeiros nove meses de 2004, totalizando DKK 3,2 milhões. O market share da Novo Nordisk no segmento de análogos de insulina continua crescendo e está se aproximando de 30% do mercado mundial. Taxas de crescimento reais foram obtidas em todas as regiões, sendo que a América do Norte foi a principal condutora desse resultado. As vendas de análogos de insulina representam 55% do crescimento total em moedas locais, e agora constituem mais do que 20% das vendas totais de produtos de insulina da Novo Nordisk.
Detemir (nome comercial Levemir), o análogo de insulina de longa ação da Novo Nordisk, foi lançado recentemente em dez países europeus, incluindo a Inglaterra e a Alemanha e as respostas, segundo a companhia, têm sido positivas.
Receitas provindas de operações internacionais aumentaram 17% em moedas locais e 11% em Coroas Dinamarquesas. O principal condutor desse crescimento são as vendas de insulina humana, estimuladas pela China e Brasil. Os análogos de insulina continuam a contribuir para o crescimento nestes mercados e a Novo Nordisk assume a liderança como líder mundial no segmento de análogos de insulina na região de Operações Internacionais.
As vendas de antidiabéticos orais aumentaram, nos nove primeiros meses de 2004, em todas as regiões por volta de 26% em moedas locais e 19% em Coroas Dinamarquesas, chegando a DKK 1,25 bilhão. O crescimento foi conduzido, principalmente, pela América do Norte.
As vendas relacionadas ao segmento biofarmacêutico aumentaram 14% em moedas locais em comparação aos nove primeiros meses de 2003, e cerca de 10% em Coroas Dinamarquesas, atingindo DKK 6,28 bilhões.
A Novo Nordisk é voltada para o cuidado à saúde e tratamento do diabetes com forte atuação em áreas como distúrbios de coagulação e do crescimento e terapia de reposição hormonal. Com sede na Dinamarca, a Novo Nordisk emprega aproximadamente 18,8 mil pessoas em 69 países e seus produtos são comercializados em 179 países.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta

Novo Nordisk anuncia crescimento de 15% nas vendas

Publicidade

A Novo Nordisk, fabricante de produtos para o tratamento do diabetes, anunciou os resultados dos nove primeiros meses de 2004. As vendas globais cresceram 15% em moedas locais no período, sendo que se medidas em moeda dinamarquesa, o índice de crescimento foi de 11%. As vendas de análogos de insulina cresceram 87%, enquanto as de NovoSeven aumentaram 15%, ambas em moedas locais. O lucro operacional da Novo Nordisk aumentou 10% nos nove primeiros meses de 2004 (totalizando 5,2 bilhões em Coroas Dinamarquesas), sendo que o lucro líquido cresceu 4% (totalizando 3,6 bilhões em Coroas Dinamarquesas) no mesmo período. Os ganhos por ação (diluídos) aumentaram aproximadamente 5%.
A expectativa de crescimento da Novo Nordisk para 2004, é de 12% a 14%, em moedas locais, com base no aumento do mercado de análogos de insulina, combinado às expectativas de avanço das vendas do NovoSeven.
As vendas de produtos para diabetes cresceram aproximadamente 15%, medidos em moedas locais, em comparação aos primeiros nove meses de 2003, e por volta de 11% em Coroas Dinamarquesas, totalizando DKK 14,97 bilhões.
As vendas de análogos de insulina, insulina humana e produtos relacionados à insulina aumentaram aproximadamente 14%, mensurados em moedas locais, e 11% em Coroas Dinamarquesas, chegando a DDK 13,72 bilhões. Todas as regiões contribuíram para o crescimento tanto em moeda local como em moeda dinamarquesa.
As vendas de análogos de insulina aumentaram 87% em moedas locais e 80% em moeda dinamarquesa, nos primeiros nove meses de 2004, totalizando DKK 3,2 milhões. O market share da Novo Nordisk no segmento de análogos de insulina continua crescendo e está se aproximando de 30% do mercado mundial. Taxas de crescimento reais foram obtidas em todas as regiões, sendo que a América do Norte foi a principal condutora desse resultado. As vendas de análogos de insulina representam 55% do crescimento total em moedas locais, e agora constituem mais do que 20% das vendas totais de produtos de insulina da Novo Nordisk.
Detemir (nome comercial Levemir), o análogo de insulina de longa ação da Novo Nordisk, foi lançado recentemente em dez países europeus, incluindo a Inglaterra e a Alemanha e as respostas, segundo a companhia, têm sido positivas.
Receitas provindas de operações internacionais aumentaram 17% em moedas locais e 11% em Coroas Dinamarquesas. O principal condutor desse crescimento são as vendas de insulina humana, estimuladas pela China e Brasil. Os análogos de insulina continuam a contribuir para o crescimento nestes mercados e a Novo Nordisk assume a liderança como líder mundial no segmento de análogos de insulina na região de Operações Internacionais.
As vendas de antidiabéticos orais aumentaram, nos nove primeiros meses de 2004, em todas as regiões por volta de 26% em moedas locais e 19% em Coroas Dinamarquesas, chegando a DKK 1,25 bilhão. O crescimento foi conduzido, principalmente, pela América do Norte.
As vendas relacionadas ao segmento biofarmacêutico aumentaram 14% em moedas locais em comparação aos nove primeiros meses de 2003, e cerca de 10% em Coroas Dinamarquesas, atingindo DKK 6,28 bilhões.
A Novo Nordisk é voltada para o cuidado à saúde e tratamento do diabetes com forte atuação em áreas como distúrbios de coagulação e do crescimento e terapia de reposição hormonal. Com sede na Dinamarca, a Novo Nordisk emprega aproximadamente 18,8 mil pessoas em 69 países e seus produtos são comercializados em 179 países.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta