Semana da Saúde 2017 10 webinars gratuitos sobre as 5 principais tendências da saúde. Reserve seu lugar! Clique aqui

Novas lentes intra oculares que chegam ao Brasil

Publicidade

Existem pacientes que, por razões diversas, mesmo após serem submetidos à moderna cirurgia de catarata ainda precisam usar óculos, tanto para corrigir vícios de refração – miopia, hipermetropia, astigmatismo, presbiopia – que já estavam presentes antes do procedimento, como para corrigir novos problemas visuais, que surgiram após a cirurgia de catarata. Diante de uma surpresa refrativa, e levando em consideração fatores como: grau residual, tipo de vício de refração, tempo decorrido da cirurgia de catarata, condições anatômicas e funcionais dos olhos e o desejo do paciente de melhorar a sua qualidade de vida, o oftalmologista pode decidir qual a melhor opção terapêutica para este paciente, se o tratamento clínico – uso de novos óculos ou lentes de contato – ou uma nova intervenção cirúrgica. No campo cirúrgico, abrem-se três possibilidades ao paciente, que devem ser analisadas criteriosamente pelo oftalmologista que o assiste:

• Cirurgia extra-ocular

• Cirurgia intra-ocular

• Implante de lentes suplementares – os contínuos avanços na cirurgia de catarata buscam devolver a um órgão tão delicado a sua plena capacidade de ver em todas as distâncias.Com a tecnologia a favor, podemos optar por fazer o implante de uma segunda lente – especialmente projetada para estas situações – visando corrigir a miopia, a hipermetropia, o astigmatismo e a presbiopia.

Dr. Virgilio Centurion, oftalmologista, diretor do IMO.

www.imo.com.br

imo@imo.com.br

http://twitter.com/clinicaimo

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta