✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Nova técnica de endoscopia no Samaritano

Publicidade

O Hospital Samaritano de São Paulo começa a trabalhar com um novo equipamento de endoscopia. Trata-se de uma cápsula endoscópica (foto) esenvolvida por cientistas israelenses para avaliar o intestino delgado. O novo método é indicado, principalmente, para casos de hemorragia intestinal de origem obscura, mas também auxilia no diagnóstico e tratamento de algumas doenças como: Crohn, celíaca, tumores, diarréias crônicas, pólipos e síndromes poliposas.

O aparelho é dotado de um sistema de transmissão de imagem sem fio e uma cápsula com dimensões de 26 x 11 milímetros e peso inferior a 4 gramas. São produzidas duas imagens por segundo, gerando mais de 50 mil fotos coloridas em um período aproximado de oito horas. O paciente não sente nenhum incômodo ou dor em decorrência da movimentação da cápsula pelo sistema digestivo, podendo exercer suas atividades diárias normalmente.

As imagens são transmitidas para um gravador preso à cintura do paciente e, posteriormente, são processadas por um programa de computador e analisadas pelo médico. A novidade foi obtida em parceria com o Instituto Paulista de Proctologia, Colonoscopia e Fisiologia S/C Ltda. “Este método não substitui a endoscopia tradicional. Com a colonoscopia se examina o cólon e parte do íleo terminal. A cápsula endoscópica permite ver com clareza o intestino delgado, uma região de difícil acesso até então”, afirma Dr. Pablo Rodrigo de Siqueira, endoscopista responsável pelo projeto do Hospital Samaritano de São Paulo.

       
Publicidade

Deixe uma resposta