Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Não é lenda! A gagueira desaparece durante o canto

Publicidade

Já existe no Brasil um aparelho para tratamento da gagueira, o SpeechEasy, que reproduz o “efeito coro”

Há quem duvide que as pessoas com gagueira não gaguejem quando cantam, mas é verdade. Os cantores com gagueira não gaguejam durante a canção porque não estão produzindo uma fala auto-expressiva, mas sim interpretando um conteúdo já existente.

Alguns cantores brasileiros, como Armandinho (Conhecido pela música Desenho de Deus) e Saulo Roston (finalista do programa Ídolos 2009), têm gagueira, porém não gaguejam ao cantar. Nelson Gonçalvez é outro cantor bastante popular que também era gago, mas sua disfluência desaparecia ao soltar o vozeirão.

“A gagueira acontece na fala espontânea, quando a pessoa tem que expressar um sentimento, demonstrar emoção ou mostrar seu ponto de vista. Como no canto a letra já existe e a música determina o ritmo, não há processamento de fala. No cérebro, essas duas funções são controladas de forma diferente e, portanto, são ativadas áreas diferentes para cada uma dessas funções”, explica Érica Ferraz, fonoaudióloga do Grupo Microsom, uma das mais conceituadas empresas de soluções auditivas e a única a disponibilizar no Brasil o exclusivo aparelho para tratamento da gagueira.

Muitas pessoas desconhecem que já existe um tratamento tecnológico para o problema, que atinge um percentual elevado da população no País – segundo o Instituto Brasileiro de Fluência (IBF), a incidência da gagueira é de 5% no Brasil (9,5 milhões de brasileiros)

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta