Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Mutações nos cânceres e pouca influência no tratamento

Publicidade

Em tumores no pulmão, os cientistas identificaram mutações que se aglomeram em diversos grupos de genes criando conexões extraordinárias entre eles.

Por meio da integração de seqüenciamento de DNA, da expressão genética e de dados de números de cópias de DNA, eles descobriram que as aberrações genéticas estão localizadas freqüentemente em grupos de genes que funcionam conjuntamente, levando informações de uma parte da célula a outra.

Um das principais resultados desse estudo é que alguns dos genes e caminhos descobertos que sofrem mutações no câncer de pulmão também são presentes em outros tipos de câncer. Isso cria a esperança de que certas terapias poderão ser usadas em múltiplos tipos de tumores.

Infelizmente essa serie de mutações genéticas de um tipo de câncer trouxe a idéia de que existiria uma terapia única em cânceres que tem esse tipo de alterações M.V Brankovic e colaboradores do Institute for Oncology and Radiology of Serbia em Belgrado descreveram essas alterações em 145 tumores do ducto de mama em relação as mutações do TP 53 Os autores admitiam que poderiam classificar esses tumores em mais graves ou não com a presença da mutação.

Isso não foi possível concluir nesse estudo publicado na revista medica Int J Biol Markers. 2008 Jul-Sep;23(3):147-53

Prof. Dr. Jose Knoplich , editor de medicina.

knoplich@uol.com.br

Veja os site www.ram.uol.com.br e www.intramed.uol.com.br

Autor do tratado Enfermidades

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta