Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Moksha8 deve investir US$ 500 milhões no Brasil

Publicidade

O primeiro laboratório farmacêutico do grupo moksha8 poderá ser instalado no Brasil. A construção de uma fábrica já fazia parte dos planos da companhia desde sua fundação, em 2008. Mas a empresa preferiu ganhar musculatura em países emergentes, principal mercado de atuação do grupo, antes de tomar decisões mais ousadas. Agora, com as vendas consolidadas, a empresa farmacêutica planeja erguer seu primeiro laboratório a partir de 2012.
Atualmente, o Brasil é considerado a principal rota desse investimento, que poderá chegar a US$ 500 milhões, mas terá de disputar com a Índia, que oferece mão de obra especializada. De acordo com informações do grupo, o laboratório está estruturado para ser de pequeno porte, voltado para medicamentos biológicos. No ano passado, a moksha8 registrou faturamento de US$ 200 milhões, dos quais US$ 80 milhões no Brasil. Desde que foi criada, a empresa realizou investimentos da ordem de US$ 100 milhões, sobretudo em promoção de marketing para a venda de medicamentos.
Os investimentos no Brasil este ano devem somar US$ 50 milhões em estudos clínicos, previstos para ter início a partir deste mês. Além de fazer aportes de R$ 20 milhões em aquisições de medicamentos de marca.
Um dos principais desafios do grupo é trazer o antiviral Peramivir para o Brasil, de uso intravenoso para casos de doentes portadores do vírus H1N1. Esse medicamento já foi aprovado pelos órgãos reguladores para uso em caráter emergencial nos Estados Unidos, México, Israel e Japão.
A farmacêutica quer avançar nas áreas de artrite rematoide, dor/inflamação, cardiologia e quer se especializar em saúde feminina e pediatria, com a comercialização de vitaminas.
*Com informações do Valor Econômico
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta