Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Ministérios públicos entram com ações civis contra SMS

Publicidade

Aldely Rocha, titular da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Salvador entre 2001 e 2004, recebeu três ações civis públicas dos Ministérios Públicos Estadual e Federal sob acusação de realizar terceirização ilegal de serviços, superfaturamento de contratos e fraudes em licitações.
De acordo com a promotora de Justiça Rita Tourinho e a procuradora da República Juliana Moraes, as atividades ilícitas de Aldely causaram prejuízo de R$11 milhões ao município.
As investigações começaram há três anos, após o assassinato do servidor Neylton da Silveira, no prédio da Secretaria de Saúde. A morte teria sido encomendada porque ele investigava fraudes em pagamentos da secretaria ao SUS.
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta