HIS17 | Healthcare Innovation Show Compre 1 convite e leve 2, e economize 50% durante a pré-venda! Saiba mais

Ministérios públicos entram com ações civis contra SMS

Publicidade

Aldely Rocha, titular da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Salvador entre 2001 e 2004, recebeu três ações civis públicas dos Ministérios Públicos Estadual e Federal sob acusação de realizar terceirização ilegal de serviços, superfaturamento de contratos e fraudes em licitações.
De acordo com a promotora de Justiça Rita Tourinho e a procuradora da República Juliana Moraes, as atividades ilícitas de Aldely causaram prejuízo de R$11 milhões ao município.
As investigações começaram há três anos, após o assassinato do servidor Neylton da Silveira, no prédio da Secretaria de Saúde. A morte teria sido encomendada porque ele investigava fraudes em pagamentos da secretaria ao SUS.
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta