Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Ministério registra suspeitas de dengue tipo 4

Publicidade

O Ministério da Saúde identificou quatro casos suspeitos de dengue tipo 4 em Roraima – todos na capital, Boa Vista. As amostras tiveram resultado confirmado por exames preliminares feitos no Laboratório Central do estado (Lacen-RR), mas foram encaminhadas para o Instituto Evandro Chagas em Belém (PA) para a realização de contraprova e testes complementares.
e receba os destaques em sua caixa de e-mail.  
Uma remessa extra de medicamentos e inseticidas foi enviada ao estado para a aplicação de fumacê e para o tratamento de pacientes com suspeita de dengue. A pasta emitiu um alerta a todas as secretarias estaduais de Saúde sobre a possibilidade da entrada do vírus no Brasil.
Os pacientes são dois homens de 43 e 45 anos e duas mulheres de 12 e 19 anos. Os quatro são moradores dos bairros Pricumã, Buritis, Santa Teresa e Cidade Satélite. Apenas um deles ficou internado para observação, mas foi liberado em seguida.
De acordo com a Secretaria de Saúde de Roraima, o primeiro caso suspeito foi notificado no dia 30 de julho. Uma equipe técnica do Ministério da Saúde, chefiada pelo coordenador do Programa Nacional de Controle da Dengue, Giovanini Coelho, acompanha as investigações em Boa Vista.
O sorotipo DEN-4 – responsável por esse tipo de dengue – não era detectado no país desde 1982, mas já circula há vários anos em dez nações das Américas, incluindo o Peru, a Colômbia, o Equador e a Venezuela, que faz fronteira com o estado de Roraima.
Os quatro sorotipos virais da dengue provocam os mesmos sintomas: dores de cabeça, no corpo, nas articulações e atrás dos olhos, febre, diarreia, vômito, entre outros. O protocolo de tratamento também é o mesmo, independentemente do tipo de vírus.
De acordo com o ministério, o alerta nacional para a circulação do vírus foi feito porque a população brasileira não tem imunidade contra esse sorotipo e, por isso, há risco de epidemia caso ele se disperse para outros estados.
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta