Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Ministério libera R$ 5,3 mi para conclusão de obras

Publicidade

Um convênio assinado hoje (30) pelo Ministério da Saúde e pela prefeitura de Queimados libera mais R$ 5,3 milhões para a conclusão das obras do ambulatório e emergência do Hospital Regional de Queimados, na Baixada Fluminense, ainda em construção. Durante a assinatura do acordo, a ministra interina da Saúde, Márcia Bassit, anunciou que o ministério vai liberar cerca R$ 3,2 milhões para a compra de equipamentos para o hospital. ?Esse investimento é para que em janeiro de 2009 o primeiro módulo do hospital não só esteja inaugurado, como também os equipamentos estejam funcionando e os pacientes, sendo atendidos?.
A construção do Hospital Geral de Queimados começou há cerca de 18 anos. Até hoje só foi erguido o esqueleto do prédio. Em 1990, o governo federal repassou ao município a gestão administrativa do hospital e deu início às obras. Denúncias de corrupção e malversação de recursos paralisaram as obras em 1994. Em 2006, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve em Queimados e liberou R$ 17,3 milhões para a construção do hospital, o reforço e a construção de postos de atendimento básico na Baixada Fluminense. A obra recomeçou em junho de 2008, depois de o governo do estado intervir em uma pendência judicial com o proprietário do terreno que impedia o início dos trabalhos. No decorrer das obras, o projeto original precisou ser modificado e o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Baixada Fluminense, responsável pelo repasse das verbas, interrompeu a liberação de dinheiro. Com isso, as obras foram paralisadas novamente, durante quatro meses.
O custo total para a finalização do hospital será de R$ 44 milhões. A nova unidade vai ter 16 mil metros quadrados com capacidade para atender diariamente 2 mil pessoas. Será a primeira unidade pública da região com unidade coronariana para tratamento cardíaco. Ao todo, serão 276 leitos, dos quais 200 de internação e 76 destinados a Unidade de Tratamento Intensivo.
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta