Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Ministério importa coquetel antiaids para normalizar fornecimento em São Paulo

Publicidade

Com objetivo de normalizar o fornecimento dos coquetéis antiaids em São Paulo, o Ministério da Saúde acaba de anunciar a importação cerca de 3 toneladas de medicamentos. Os produtos irão reequilibrar os estoques dos estados nesta semana, até que o abastecimento com a produção nacional, que já foi intensificada, seja normalizado. A previsão é de que na sexta-feira (25/02) os estoques já tenham chegado aos níveis normais. De acordo com a Agência Brasil, foram importadas 2 milhões de cápsulas de AZT (Zidovudina); 1 milhão de cápsulas de Lamivudina (3TC); e 800 mil cápsulas de Indinavir. Hoje (21/02), chegará ao Brasil outro carregamento com 799.200 cápsulas de AZT e 250 mil cápsulas de Atazanavir.
Os produtos foram obtidos após solicitação ao Ministério da Saúde da Argentina, que ofereceu parte de seus estoques estratégicos. Nos próximos dias, serão definidas as formas de ressarcimento desses produtos, o que poderá ser feito por meio do envio de outros medicamentos pelo Ministério da Saúde brasileiro.
Desde novembro, vêm ocorrendo irregularidades no fornecimento da medicação no estado. O consumo do coquetel em São Paulo é de 1,8 milhão de comprimidos por mês. Neste mês, o estado recebeu apenas 60 mil.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta

Ministério importa coquetel antiaids para normalizar fornecimento em São Paulo

Publicidade

Com objetivo de normalizar o fornecimento dos coquetéis antiaids em São Paulo, o Ministério da Saúde acaba de anunciar a importação cerca de 3 toneladas de medicamentos. Os produtos irão reequilibrar os estoques dos estados nesta semana, até que o abastecimento com a produção nacional, que já foi intensificada, seja normalizado. A previsão é de que na sexta-feira (25/02) os estoques já tenham chegado aos níveis normais. De acordo com a Agência Brasil, foram importadas 2 milhões de cápsulas de AZT (Zidovudina); 1 milhão de cápsulas de Lamivudina (3TC); e 800 mil cápsulas de Indinavir. Hoje (21/02), chegará ao Brasil outro carregamento com 799.200 cápsulas de AZT e 250 mil cápsulas de Atazanavir.
Os produtos foram obtidos após solicitação ao Ministério da Saúde da Argentina, que ofereceu parte de seus estoques estratégicos. Nos próximos dias, serão definidas as formas de ressarcimento desses produtos, o que poderá ser feito por meio do envio de outros medicamentos pelo Ministério da Saúde brasileiro.
Desde novembro, vêm ocorrendo irregularidades no fornecimento da medicação no estado. O consumo do coquetel em São Paulo é de 1,8 milhão de comprimidos por mês. Neste mês, o estado recebeu apenas 60 mil.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta