Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Ministério entra na justiça para impedir aumento abusivo das operadoras

Publicidade

O Ministério da Saúde entrou ontem (27/07) na Justiça Federal com uma medida cautelar que impede as operadoras de planos de saúde de reajustarem seus convênios acima de 11,75%, valor estipulado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). De acordo com a Agência Brasil, a medida vai beneficiar os usuários dos planos da Sul América, Bradesco e Itauseg Saúde. Segundo o ministro da Saúde, Humberto Costa, as três operadoras foram as que tiveram maior número de reclamações por reajustes considerados abusivos. A ANS registrou aumentos de até 85%.
Costa afirma que entrou com a medida cautelar porque alguns usuários vão acumular dois meses sem pagamento por conta dos reajustes abusivos. De acordo com o ministro, a medida cautelar tem como objetivo garantir que esses usuários não tenham seus contratos cancelados

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta