5º CONAHP debaterá “O Hospital do Futuro: O Futuro dos Hospitais”. Faça já sua inscrição → Clique aqui

Ministério da Saúde faz balanço da febre amarela silvestre

Publicidade

De acordo com o Ministério da Saúde, foram registrados este ano apenas dois casos de febre amarela de transmissão silvestre em todo o país. Em 2004 o cenário já era considerado positivo, pois ocorreram cinco casos e dois óbitos. Já no ano anterior, o número de casos havia chegado a 64 e o de óbitos, a 23. Este ano, a doença ficou restrita à Região Amazônica e os dois casos registrados evoluíram para óbito. a febre amarela do tipo silvestre não pode ser erradicada, pois o vírus circula naturalmente nas matas entre os vetores silvestres e animais vertebrados.
A doença pode se manifestar em macacos, como foram os casos deste ano registrados nos municípios de Mucajaí (RR), Bela Vista de Goiás, Luziânia e Joviânia (GO), Santo Antônio das Missões (RS), Silvanópolis e Jaú do Tocantins (TO).
Neste período de férias, a Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) recomenda que todos os turistas que forem às regiões consideradas áreas endêmicas da febre amarela tomem a vacina com dez dias de antecedência.

       
Publicidade

Deixe uma resposta