Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Mercado de curativos pode atingir receita de US$ 121,1 milhões

Publicidade

O aumento da expectativa de vida da população brasileira e o mercado de curativos parecem não ter uma ligação concreta. No entanto, a consultoria Frost & Sullivan desenvolveu estudo sobre o setor de curativos e observou que este nicho aponta crescimento até 2010.
Segundo o último estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população com mais de 60 anos deve crescer 3,4% ao ano, de 2005 a 2010, sendo que o número de brasileiros com menos de 59 anos deve crescer 1,1% ao ano. Para a analista da consultoria, Tania Mito, há um relacionamento entre o envelhecimento e o consumo per capita de insumos médicos, portanto este aumento tendência a um aumento da demanda por curativos.
Em 2005, este setor obteve uma receita de US$ 97,7 milhões e, de acordo com os cálculos da Frost & Sullivan, este número aumentará para US$ 121,1 milhões até 2010.
Para Tania, o governo brasileiro aumentou o gasto público com a saúde, afetando positivamente o fornecimento de itens básicos como os curativos tradicionais e material ambulatorial que, por sua vez, ampliou a despesa per capita em 40%.
Conforme consta na análise de mercado, os usuários finais mostram certo nível – não muito alto – de fidelidade à marca, que pode ser explorado pelos fabricantes para obter crescimento. Entre os principais fatores que influenciam a compra, além do preço, estão percepção da marca, qualidade e reconhecimento.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta