Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Medtronic anuncia desfibrilador para implante cardíaco

Publicidade

A Medtronic of Canada anunciou o lançamento do InSync Sentry, um desfibrilador usado na terapia de ressincronização cardíaca. Conhecido pela sigla CRT-D (cardiac resynchronization therapy defibrillator), o equipamento é voltado ao tratamento da insuficiência cardíaca e reúne, em um único aparelho implantável, a terapia e as funções de diagnóstico.

O InSync Sentry é o primeiro desfibrilador do tipo CRT-D capaz de monitorar automaticamente o acúmulo de fluido nos pulmões, um dos sintomas mais perigosos e difíceis de tratar em pacientes com insuficiência cardíaca. Quando utilizado em conjunto com outras avaliações clínicas padrão, o InSync Sentry permite o alerta precoce do acúmulo de fluido e a tomada pelo clínico da ação adequada. O aparelho foi aprovado para utilização no Canadá, pelas autoridades da área de saúde do país.
A insuficiência cardíaca é uma condição de natureza progressiva e debilitante, responsável por mais hospitalizações do que todos os tipos juntos de câncer. No Canadá, a insuficiência cardíaca afeta aproximadamente 460 mil pessoas. É a causa número um de hospitalizações e a maioria delas se deve ao acúmulo de fluido nos pulmões, que, muitas vezes, passa desapercebido, até o momento em que o paciente chega a um estado crítico. É bastante freqüente que estes pacientes acabem precisando de hospitalização ou tratamento urgente, em pronto-socorro ou em uma unidade de atendimento crítico, especializada em insuficiência respiratória grave.
A insuficiência cardíaca também é a condição cardiovascular de maior crescimento. Hoje em dia, metade dos pacientes com insuficiência cardíaca morre no espaço de cinco anos, segundo um estudo realizado recentemente pela Clínica Mayo. De acordo com estimativas conservadoras, o tratamento da insuficiência cardíaca custa, para o sistema de saúde do Canadá, aproximadamente US$ 1,4 bilhão a US$ 2,3 bilhões por ano, sendo que 79% deste total é gasto com novas internações para o tratamento dos sintomas que deterioraram.
Pacientes com sintomas de insuficiência cardíaca e de dessincronização ventricular, variando de moderados a graves, são possíveis candidatos à terapia de ressincronização cardíaca, cujo objetivo é ajudar o coração a bater com mais sincronização e eficiência. Um recurso novo do InSync Sentry, chamado OptiVol Fluid Status Monitoring, mede as alterações da impedância intratorácica, uma indicação da alteração do volume de fluido do paciente. Os médicos definem um limite para cada paciente e, assim que este limite é ultrapassado, o paciente e o médico recebem um alerta, tornando possível a avaliação clínica precoce.
InSync Sentry mede 40 cm3 e é capaz de terminar as taquiarritmias ventriculares, de forma indolor, sem o uso de choques. Estudos clínicos mostram que a função de marcação antitaquicárdica da Medtronic, conhecida pela sigla ATP (anti-tachycardia pacing), pode reduzir drasticamente, em até 77%, a necessidade de aplicar choques, no tratamento de arritmias ventriculares rápidas – um grande benefício para o paciente.
A Medtronic tem sede em Minneapolis (EUA).

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta