Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Médicos mantém atendimento somente por sistema de reembolso

Publicidade

Durante a assembléia dos médicos da cidade de São Paulo, ontem (9 de setembro), os profissionais decidiram por unanimidade manter o atendimento somente pelo sistema de reembolso, cobrando os valores da Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM), aos usuários das seguradoras Bradesco, Porto Seguro, Marítima, AGF, Unibanco AIG e Notre Dame. Segundo informações da Associação Médica Brasileira (AMB), a maior parte dos 500 médicos presentes à assembléia decidiu por uma trégua à seguradora Sul América, única a encaminhar uma proposta concreta de negociação à Comissão Estadual de Honorários Médicos. De acordo com o presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), Clóvis Constantino, a carta da empresa, recebida esta semana, cita a incorporação dos novos procedimentos e da hierarquização da CBHPM, a valorização dos honorários médicos e o compromisso de revisão dos valores em julho de 2005, com discussões prévias.
Outra proposta aprovada por unanimidade foi o envio de nova correspondência às empresas de medicina de grupo Intermédica, Medial, Amico, Samcil, Interclínicas, Amesp, Blue Life e Avicena informando que, se não houver propostas de implantação da CBHPM, os médicos suspenderão o atendimento. Conforme decisão da assembléia anterior, todas as empresas de medicina de grupo têm prazo até 17 de setembro para se manifestar. Os critérios para a escolha desses oito planos foram valor da consulta abaixo de R$ 20,00 e número de usuários superior a 150 mil, à semelhança dos movimentos do ABC e de Guarulhos.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta

Médicos mantém atendimento somente por sistema de reembolso

Publicidade

Durante a assembléia dos médicos da cidade de São Paulo, ontem (9 de setembro), os profissionais decidiram por unanimidade manter o atendimento somente pelo sistema de reembolso, cobrando os valores da Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM), aos usuários das seguradoras Bradesco, Porto Seguro, Marítima, AGF, Unibanco AIG e Notre Dame. Segundo informações da Associação Médica Brasileira (AMB), a maior parte dos 500 médicos presentes à assembléia decidiu por uma trégua à seguradora Sul América, única a encaminhar uma proposta concreta de negociação à Comissão Estadual de Honorários Médicos. De acordo com o presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), Clóvis Constantino, a carta da empresa, recebida esta semana, cita a incorporação dos novos procedimentos e da hierarquização da CBHPM, a valorização dos honorários médicos e o compromisso de revisão dos valores em julho de 2005, com discussões prévias.
Outra proposta aprovada por unanimidade foi o envio de nova correspondência às empresas de medicina de grupo Intermédica, Medial, Amico, Samcil, Interclínicas, Amesp, Blue Life e Avicena informando que, se não houver propostas de implantação da CBHPM, os médicos suspenderão o atendimento. Conforme decisão da assembléia anterior, todas as empresas de medicina de grupo têm prazo até 17 de setembro para se manifestar. Os critérios para a escolha desses oito planos foram valor da consulta abaixo de R$ 20,00 e número de usuários superior a 150 mil, à semelhança dos movimentos do ABC e de Guarulhos.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta