Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Médicos do Piauí ameaçam suspender atendimento a operadoras

Publicidade

A discussão em torno da remuneração dos médicos por parte dos planos de saúde parece estar longe do fim. Após o posicionamento dos médicos de Sergipe e da região do Grande ABC Paulista, foi a vez dos profissionais do Piauí manifestarem-se, ameaçando suspender o atendimento a todas as operadoras a partir de 21 de junho, caso não haja acordo em relação à Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM). De acordo com a Associação Médica Brasileira, eEm assembléia realizada no último dia 10, cerca de 240 médicos do Piauí rejeitaram propostas da Unidas e da Unimed. Segundo o presidente da Associação Piauiense de Medicina, Roberval Sales Leite, as operadoras já estão sendo comunicadas para que seja cumprido o prazo de 30 dias, exigido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).
Uma nova assembléia está prevista para o dia 7 de junho e estão programadas manifestações e suspensão do atendimento por 24 horas no dia 8 de junho.
Os médicos os médicos de Ubatuba, no litoral norte de São Paulo, também suspenderam o atendimento às operadoras Cabesp, Amil, Vale Saúde, Sul América, Geap, Cassi e Samesp, depois de tentativas frustradas de negociar a implantação da CBHPM.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta