🚀 HIS 17 Última chance: Mais de 5.000 inscritos! E você? Já emitiu sua credencial gratuita Clique aqui

Médicos do Hospital Souza Aguiar, no Rio, pedem demissão

Publicidade

O Hospital Souza Aguiar, no Rio de Janeiro, passa também por uma crise. Nesta terça-feira, 31, o diretor José Macedo e 54 chefes de equipe pediram demissão. De acordo com o diretor, a decisão foi tomada em conjunto com todos os chefes de equipe. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro ontem a noite, 1º, parte dos 54 chefes de equipe voltou atrás da decisão. A secretaria afirma ainda que José Macedo teria alegado motivos de saúde. O ex-diretor desmentiu e disse que sua posição é de caráter irrevogável.
Os profissionais listaram em documento cerca de 16 dificuldades enfrentadas, como:  falta de camas para os médicos; CTI infantil fechada há seis meses; perda de 40 vagas com obras na Clínica Médica; falta de verba; déficit de médicos em alguns serviços; excesso de pacientes; falta de referência para o tratamento de Tuberculose; dúvida sobre o destino dos funcionários municipais cedidos a hospitais federais; falta de equipamentos e funcionários na emergência; sobrecarga de trabalho; desinteresse da Prefeitura do Rio em comemorar o centenário do Souza Aguiar; extinção do programa Dupla Jornada; corpo clínico diz que visita fora do horário foi realizada no intuito de constranger funcionários; falta de material médico-cirúrgico; reuniões das Câmaras Técnicas na Secretaria de Saúde seriam “irreais” e funcionários que não recebem o adicional de emergência.

       
Publicidade

Deixe uma resposta