Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Médicos cubanos são impedidos de trabalhar no Tocantins

Publicidade

Os 69 médicos cubanos que foram impedidos de atuar no Programa Saúde da Família, no Tocantins, já voltaram a Cuba. Eles embarcaram em Brasília, hoje à tarde. Ontem, a Justiça acatou o pedido do Conselho Regional de Medicina, que alegava que os médicos não poderiam exercer a profissão por falta de registro. Em 1997, o Governo do Estado fez um acordo com Cuba para que os médicos viessem atender populações carentes de 60 municípios. De acordo com a Agência Brasil, o juiz Marcelo Velasco Albernaz, da 1ª Vara de Justiça do Tocantins, alegou que os profissionais do estado deveriam exercer regularmente a medicina. Albernaz criticou a falta de validação dos diplomas. “Da mesma forma que o estado contrata,hoje,médicos estrangeiros ilegais, poderá, amanhã, sob o mesmo fundamento, querer se utilizar de curandeiros”.
De acordo com o Conselho Regional de Medicina, os cubanos não provaram ser médicos e não conhecem a realidade do Estado. O Governo alega que os profissionais locais não querem preencher as vagas e afirma que, no último concurso público, não houve candidatos ao cargo de médico.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta