Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Medicamentos estarão mais caros a partir de 31 de março

Publicidade

A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed) autorizou o reajuste nos preços de medicamentos a partir de 31 de março deste ano pela indústria farmacêutica. O reajuste deve obedecer o índice fixado em três faixas diferenciadas de até 6,01%, 4,77% e 3,54%.

O cálculo de reajuste de remédios leva em conta uma série de fatores. O primeiro deles é o IPCA acumulado entre março de 2010 e fevereiro de 2011. Além disso, é observada a competitividade de determinado remédio no mercado, avaliada pelo nível de participação de genéricos nas vendas do segmento. Quanto maior a participação de genéricos nas vendas, maior o porcentual de reajuste. A composição do índice de reajuste observa também o ganho de produtividade. São fixadas três faixas de reajuste, que obedecem a esse critério. Os valores reajustados não poderão ultrapassar o limite estabelecido até março de 2012.

As produtoras de medicamentos deverão apresentar à Cmed, até 31 de março de 2011 um relatório de comercialização, contendo os preços que pretendem colocar após a aplicação da correção autorizada pelo órgão. No Brasil, estarão sujeitas a correção cerca de 24 mil medicações de acordo com o critério estabelecido.

 Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/#!/sb_web e fique por dentro das principais notícias de Saúde.

 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta