Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Laboratórios são multados por tentativa de boicote aos genéricos

Publicidade

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) multou 20 laboratórios farmacêuticos por boicote à entrada de medicamentos genéricos no Brasil. Eles deverão pagar 1% do faturamento anual. O laboratório Janssen-Cillag deverá pagar 2%, por ser acusado de liderar o acordo. Os laboratórios condenados foram: Abbot Laboratórios do Brasil Ltda., Eli Lilly do Brasil Ltda., Indústria Química e Farmacêutica Schering Plough S.A., Produtos Roche Química e Farmacêutica S.A., Monsanto do Brasil Ltda., Laboratórios Biosintética Ltda., Bristol-Myers Squibb Brasil S.A., Aventis Pharma Ltda., Bayer S.A., Eurofarma Laboratórios Ltda., Akzo Nobel Ltda., Glaxo Wellcome S.A., Merck Sharp & Dohme Farmacêutica e Veterinária Ltda., Astra Zeneca do Brasil Ltda., Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda., Aventis Behring Ltda., Sanofi-Synthelabo Ltda., Laboratórios Wyeth-Whitehall Ltda. e Byk Química Farmacêutica Ltda., além da Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda.
O Conselho Regional de Farmácia do Distrito Federal, autor da denúncia, diz que em 1999, os laboratórios reuniram-se para traçar uma estratégia que barrasse a chegada dos novos produtos ao país. A ação foi investigada na CPI dos Medicamentos e pelo Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência.
A Secretaria de Direito Econômico (SDE) identificou a campanha ?Não Troque Essa Receita?, realizada junto à classe médica, e a veiculação de informações que colocavam em dúvida a qualidade dos genéricos como indícios para a condenação.
Os laboratórios também devem publicar anúncios em jornais de grande circulação com o teor da decisão.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta