Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Kodak renova sistema para mamografia

Publicidade

A Kodak desenvolveu o novo sistema para mamografia MIN-R EV que permite um maior nível de contraste e reduz a exposição das pacientes à radiação. A companhia testou o sistema MIN-R EV em mais de 200 instituições de saúde em todo o mundo, sendo seis no Brasil. De acordo com a presidente do Departamento de Serviços de Imagens do Hospital St. John, em Detroit, Estados Unidos, Dra. Christine Watt, “o novo sistema permite um excepcional nível de contraste e de detalhes e possibilita a detecção de minúsculas anormalidades nos tecidos mamários permitindo um melhor diagnóstico?. Além do MIN-R EV permitir a visão da anatomia de toda mama, outro benefício é a facilidade com que os médicos conseguem detectar os tecidos irregulares e calcificações com riqueza de detalhes, devido ao maior contraste na imagem. O contraste é fundamental para verificar a qualidade da imagem, definidas por tons de cinza. Tal característica possibilita que a paciente seja exposta a níveis mais baixos de radiação. Outro fator importante na imagem de mamografia é a nitidez e o MIN-R EV evita que a imagem apareça borrada.
Segundo o gerente de marketing da divisão de imagens da Kodak, Ivo Petroni, o novo sistema, que inclui o filme e o cassete (placa de fósforo onde o filme é sensibilizado) permite uma melhor visualização da radiografia. ?O sistema permite uma captura de imagem com emissão rápida do Raio X, diminuindo a radiação?, afirma Petroni. Ele explica que a Kodak, assim como outras empresas do setor, estão desenvolvendo novos sistemas de visualização digitais. ?Mas hoje o sistema analógico ainda permite uma melhor visualização da imagem para diagnóstico que o digital?, destaca.
O MIN-R EV é a atualização de um outro sistema da Kokak, o MIN-R 2000, hoje um dos melhores sistemas disponíveis no mercado.
O filme MIN-R EV da Kodak contém uma emulsão assimétrica que oferece alto contraste e ampla latitude de exposição, resultando numa exposição máxima do tecido glandular, sem a perda de contraste em áreas gordurosas e na periferia da mama. Esta capacidade produz imagens aperfeiçoadas de todas as áreas da mama numa única exposição.
A granulação em emulsão de elaboração exclusiva do filme possibilita maior visibilidade da anatomia da mama e mantém um contraste consistente mesmo quando a densidade óptica é aumentada.O sistema é oferecido em velocidades de 150 e 190. Paralelamente, o novo filme oferece uma secagem mais eficiente do que o filme MIN-R 2000, quando utilizado com os produtos químicos e equipamentos de processamento recomendados da Kodak.
A Divisão de Imagens para a Saúde da Kodak – responsável pelo lançamento do MIN-R EV – atua há mais de 100 anos no mercado e é líder há 40. A área desenvolve, fabrica e comercializa produtos para a captura, processamento, apresentação, distribuição e impressão de informações e imagens relacionadas a diagnóstico por imagens.
O câncer de mama é a doença que mais causa mortes entre as mulheres no Brasil. Dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) revelam que neste ano, deverão ser detectados mais de 41 mil novos casos no País. Para prevenir a doença, é importante fazer o auto-exame das mamas, visitar o médico regularmente e se submeter a exames de mamografia sempre que solicitado.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta