✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

J & J Medical amplia investimento em educação médica em 40%

Publicidade

A Johnson & Johnson Medical aumenta investimento em educação médica profissional em toda a América Latina. Por meio de um novo programa, intitulado C.A.R.E., a capacidade de atendimento nos dois centros de treinamento que a empresa mantém no Brasil vai crescer cerca de 40%, subindo de 3.500 profissionais treinados em 2014 para 5.000 este ano.
Com este avanço, o número de vagas em treinamentos avançados também será ampliado e 700 profissionais a mais poderão ser beneficiados. Além disso, serão incluídos 25 novos treinamentos, completando um portfólio de 175 cursos.

O fortalecimento dos investimentos nessa área atende a uma necessidade apontada pelos próprios profissionais de saúde. Uma pesquisa[1] mundial realizada com cerca de 662 profissionais de saúde, sendo 114 da América Latina, mostrou que 95,7% dos cirurgiões da região consideram muito importante a presença em programas de treinamento para novos produtos e procedimentos. Além disso, 97,7% acreditam que treinamentos proporcionam menor chance de erros nos procedimentos cirúrgicos.

Para o diretor médico para a América Latina da Johnson & Johnson Medical Innovation Institute, Abner Lobão, a empresa tem um compromisso com acesso e inovação e, por isso, continuará a fazer da educação profissional uma ferramenta estratégica para desenvolvimento das habilidades profissionais, para o acesso a novas tecnologias e para o desenvolvimento da saúde no Brasil.

Desde que foi inaugurado em 2010, em São Paulo, o Johnson & Johnson Medical Innovation Institute já treinou mais de 14 mil médicos da América Latina. Em 2014, um centro satélite foi inaugurado em Recife, com o objetivo de alcançar áreas do país que também necessitam de atendimento, mas têm às vezes dificuldades de acesso a produtos médicos de alta tecnologia. Em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco, o centro foi lançado com capacidade para treinar cerca de mil profissionais das regiões Norte e Nordeste do país a cada ano.

Outros países também são parceiros do Instituto, como o México por meio da Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM). Em 2012, a Johnson & Johnson Medical México firmou acordo com o departamento de medicina desta universidade para ser co-responsável pelo treinamento dos residentes nas técnicas inovadoras de cirurgia laparoscópica. O Instituto também atende a médicos da Colômbia, Chile, Argentina, República Dominicana e Porto Rico, onde também possui parcerias com outras instituições.

O programa
A nova plataforma ampliará o currículo de ambos os centros buscando atender cada vez mais especialidades. Serão 175 cursos. “Com treinamentos sob medida para cada etapa da jornada de aprendizagem, o programa atenderá as necessidades dos diferentes perfis de profissionais: de residentes a médicos experientes, que podem também desenvolver habilidades adicionais de comunicação e liderança para a transmissão do conhecimento”, explicou em comunicado o diretor médico da Johnson & Johnson Medical, Abner Lobão.

Dividido em quatro grandes etapas, o C.A.R.E. está baseado em: Construct Knowledge (construir conhecimento); Accelerate Skills (acelerar habilidades); Refine Expertise (refinar experiências) e Enable (habilitar líderes).

       
Publicidade

Deixe uma resposta