Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Irmã Dulce terá nova unidade de coleta e transfusão de sangue

Publicidade

Antiga reivindicação da superintendente da OSID – Obras Sociais Irmã Dulce, Maria Rita Pontes, e dos médicos da maior instituição filantrópica do Brasil, está prestes a se tornar realidade.

Em breve, deverão ser iniciadas as obras da Unidade de coleta e transfusão de sangue.

Com as novas instalações, que serão inauguradas em 2009 como parte das comemorações dos 50 anos da OSID, a instituição deverá ampliar significativamente o número de doadores e proporcionar a eles todo o conforto com o aumento da área de atendimento e observando as normas exigidas.

A expectativa é de que haverá expressivo aumento da quantidade de sangue coletado, bem como do número atual de doadores – a maioria formada por voluntários.

Os benefícios para quem depende de transfusões serão muitos, segundo a líder do núcleo, Marília Sentges. “Poderemos atender a totalidade dos pacientes do Hospital Santo Antonio que necessitam de transfusões, e, ainda, encaminhar o excedente para a Fundação Hemocentro da Bahia – Hemoba”, diz Marília.

Entre as unidades da rede de unidades de coleta e transfusão e de agências transfusionais espalhadas pelo estado da Bahia, o posto do Hospital Santo Antônio é o que mais coleta, registrando 600 bolsas por mês. A intenção é aumentar este número.

O diretor geral da Fundação Hemocentro da Bahia, Roberto Schlindwein, e a diretora de Hemoterapia da Hemoba, Márcia Babo, conheceram os detalhes da planta e do projeto, e garantiram todo o apoio necessário à viabilização do projeto.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta