Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Internet diminui gap na relação médico-paciente

Publicidade

As novas tecnologias de informação e comunicação estão diminuindo a altura dos degraus que existem nos consultórios do país. Munidos de dados encontrados na internet, pacientes têm desenvolvido condições de argumentar sobre formas de tratamento e dividir com o médico a responsabilidade pela tomada de decisão. Esta é a opinião de Wilma Madeira da Silva, coordenadora de projetos de pesquisa e de gestão do Instituto de Políticas Públicas Florestan Fernandes. Pesquisa realizada pela coordenadora indica que 84% disseram buscar na internet informações sobre saúde e consultar principalmente informações para eles mesmos e para familiares, mas também fazem pesquisas para ajudar conhecidos.
Cerca de 85% já acessaram a internet depois de alguma consulta para conhecer melhor o problema diagnosticado. Para 67%, além de as buscas serem importantes para o melhor entendimento da doença, elas também possibilitam avaliar o conhecimento do médico.
Para ela, a internet possibilita a desconstrução do poder simbólico que a figura do médico exerce no imaginário popular. A pesquisadora ressalta que a questão não é tirar a autoridade do médico, mas fortalecer a posição do paciente, pois eles precisam passar de submisso a parceiro na troca de decisões em relação a sua saúde.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta