HIS17 É hora de mudar a saúde! Faça como seus colegas, participe do HIS. Quero participar da mudança

Internacional: Austrália quer impedir entrada de portadores do HIV no país

Publicidade

O primeiro-ministro da Austrália, John Howard, anunciou que o país pretende impedir a entrada no país de imigrantes portadores de HIV. De acordo com o ministro, esta é uma decisão lógica, já que o país proíbe a migração de pessoas com outros tipos de doenças transmissíveis, como tuberculose.
Na semana passada, o governo anunciou o fechamento de um contrato de $ 140 milhões (cerca de R$ 238 milhões) para realizar exames em potenciais imigrantes, antes que eles recebam permissão para entrar no país.
Na Austrália, os estrangeiros, exceto os que possuem visto temporário, precisam apresentar atestado médico, como parte de seus documentos de imigração.
Todos os anos, são examinados cerca de 100 mil estrangeiros que vivem na Austráia e buscam o visto permanente.
A legislação australiana determina que os imigrantes devem comprovar que podem se manter por seus próprios meios, sem requisitar assistência do Estado.

       
Publicidade

Deixe uma resposta