💼 HIS17 Ministro da Saúde, Ricardo Barros, confirma presença no encerramento. Emita sua credencial gratuita

Internação domiciliar beneficia pacientes com câncer durante as festas

Publicidade

Este ano, muitos pacientes com câncer avançado passarão o Natal e o Ano Novo em casa, com as suas famílias. Mas nem sempre foi assim. A tendência de manter o paciente em casa quando ele não tem problemas que exijam sua permanência no hospital, como necessidade de estar ligado a aparelhos, faz parte de um processo de humanização da medicina, que vem ganhando cada vez mais força no Brasil. Diversos centros médicos adotaram esta prática, e criaram serviços específicos para permitir que os pacientes possam conviver com a família. O serviço de Internação Domiciliar oferecido pelo Centro de Suporte Terapêutico Oncológico (CSTO), do Instituto Nacional de Câncer (INCA), do Rio de Janeiro, dá apoio aos familiares e estimula a manter os doentes em casa, contando com o carinho da família. O serviço oferece assistência material – como colchão caixa de ovo, cama, cadeira de rodas – e a presença de médicos, enfermeiras e assistentes sociais, que visitam os pacientes em internação domiciliar. Mesmo durante as festas de fim de ano, o serviço funcionará, dando mais segurança às famílias em manter os pacientes em casa.
A idéia é dar qualidade de vida a esses pacientes. A equipe multidisciplinar, que atua no controle dos sintomas, principalmente a dor, trabalha também as questões sociais e emocionais pendentes na vida do paciente.

       
Publicidade

Deixe uma resposta