HIS17 É hora de mudar a saúde! Faça como seus colegas, participe do HIS. Quero participar da mudança

INTERFARMA lança programa para fomentar o empreendedorismo em saúde

Publicidade

A INTERFARMA (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa) lança um programa para identificar ideias e projetos inovadores em saúde e apoiá-los na transformação em negócios promissores. O programa é uma iniciativa inédita, em parceria com a BIOMINAS BRASIL, em prol da inovação em saúde no País.

Promover a inovação no setor farmacêutico brasileiro é uma das missões da INTERFARMA, por entender que apenas dessa forma será possível combater de maneira efetiva as doenças crônicas e complexas, que desafiam a medicina atual. Portanto, o arsenal terapêutico precisa estar em constante renovação, algo viável apenas com constantes iniciativas voltadas para a inovação.

“Existem no Brasil muitos entraves para a inovação, como a resistência das universidades em trabalhar com a iniciativa privada e a própria iniciativa privada, em assumir os riscos da inovação. É preciso superar essas resistências para que se possa criar um ambiente favorável, objetivo também perseguido por essa iniciativa, que incentiva a inovação desde sua fase de projeto”, afirma Antônio Britto, presidente-executivo da INTERFARMA.

A INTERFARMA e suas associadas entendem que existe ciência de alta qualidade na academia, mas há também uma deficiência no processo inovador. Ao oferecer suporte na modelagem do negócio, know-how de desenvolvimento de produto, acesso a mercado e networking global, a INTERFARMA contribui de forma efetiva para constituir uma nova geração de startups em saúde. Espera-se também que o programa colabore para promover uma melhor interação entre cientistas e empreendedores.

INTERFARMA e BIOMINAS BRASIL
A parceria da INTERFARMA com a BIOMINAS BRASIL permite a utilização da metodologia desenvolvida para o Biostartup Lab, programa de pré-aceleração de startups da BIOMINAS.

Atualmente, grandes empresas apostam em mecanismos que fomentem a inovação a partir do incentivo à criação de startups surgidas de novas tecnologias e oportunidades de mercado. Por isso, as duas entidades buscam juntas estimular a transformação do conhecimento em negócios inovadores.

Por meio de atividades como workshops, treinamentos, mentorias, validações práticas e bancas de avaliação, num período de 10 semanas, o Biostartup Lab capacita empreendedores e cientistas a estruturarem seus projetos de pesquisa com a visão de mercado necessária para fomentar a interação com empresas e investidores. Essa dinâmica proporciona um ambiente seguro para a realização de testes e validação das soluções, com o objetivo de iniciar ou avançar as estratégias de inovação e o desenvolvimento de novos produtos e/ou serviços alinhados ao mercado.

Em suas três rodadas anteriores, o Biostartup Lab já alcançou resultados relevantes, como 1.210 pessoas inscritas, em 410 projetos, de 137 instituições de ensino e pesquisa em 18 estados brasileiros e nove países. Além disso, o programa recebeu o Prêmio Nacional de Empreendedorismo Inovador, na categoria “Melhor Projeto de Promoção da Cultura do Empreendedorismo Inovador”, concedido anualmente pela Anprotec e Sebrae Nacional.

Nesta rodada exclusiva para a INTERFARMA, as empresas associadas terão acesso aos projetos participantes, poderão participar das atividades e interagir desde o início do programa. Ao final, espera-se que muitas startups já estabeleçam acordos com as empresas.

Para Eduardo Emrich, presidente da Biominas Brasil, “esse é um grande passo para o fomento real da inovação em saúde no país: utilizar a metodologia já testada e validada do programa Biostartup Lab para análise de projetos e modelagem de novos negócios em conjunto com uma associação de empresas com know-how e capacidade de levar os projetos para as próximas etapas de desenvolvimento”.

 

 

       
Publicidade

Deixe uma resposta