HIS17 Já emitiu sua credencial gratuita para o HIS '17? Já são +1.800 profissionais! Clique aqui

Instituto Sabin e Artemisia lançam programa de apoio a negócios de impacto social focados em saúde

Publicidade

Com a visão de alavancar uma nova geração de empreendedores(as) que desenvolvem soluções inovadoras de saúde voltadas à população de baixa renda, a Artemisia e o Instituto Sabin anunciam o Artemisia Lab: Saúde e Bem-Estar. A parceria amplia a atuação das duas organizações que são referências em seus respectivos segmentos e que têm interesse genuíno em impulsionar o impacto dos negócios com potencial de melhorar o acesso e a qualidade de produtos e serviços em saúde para a base da pirâmide. Em três anos, a parceria focou o investimento no Programa Aceleradora e em eventos setoriais que reúnem especialistas e empreendedores do setor; em 2017, um novo passo da parceria será um processo de identificação, seleção e apoio a negócios de impacto social no tema que estejam em estágio inicial.

As inscrições para o Artemisia Lab: Saúde e Bem-Estar estarão abertas até 14 de maio e são elegíveis empreendedores(as) de startups em estágio mínimo de protótipo – produto ou serviço desenvolvido e em fase de validação, até negócios já em operação realizando as primeiras vendas -, que apresentem soluções inovadoras voltadas à promoção da saúde e bem-estar com potencial de impactar a população de baixa renda brasileira.

Com metodologia exclusiva da Artemisia, o programa foca no desenvolvimento do negócio e em seu impacto social; temática que será conduzida de forma transversal em todas as etapas da formação. A abordagem sobre modelagem de negócios, ferramentas e conteúdos têm na essência o propósito de promover a reflexão sobre o impacto que a solução se propõe a causar; e mecanismo para que o negócio se torne mais eficiente e assertivo na resolução do problema da saúde. No pacote de benefícios, os(as) empreendedores(as) das até 18 empresas selecionadas poderão contar com ferramentas e conhecimento para que avancem mais rapidamente no desenvolvimento de seus negócios. Entre outras vantagens de participar do processo gratuito, a conexão com especialistas de negócios e setoriais, além da troca com outros empreendedores da rede Artemisia.

Apoio ao empreendedorismo de impacto em saúde

O Sistema Único de Saúde (SUS) ainda é a única porta de entrada para os cuidados com saúde de 70% da população brasileira. Embora seja reconhecido como referência internacional, o serviço possui uma série de gargalos – longas filas para o atendimento em especialidades médicas, sobretudo. Doenças crônicas correspondem a 72% das causas de morte no Brasil e são responsáveis por 75% dos gastos com atenção à saúde do SUS. São enfermidades que podem ser prevenidas ou controladas com o diagnóstico precoce, hábitos saudáveis e monitoramento constante. Saúde é um dos setores críticos para o desenvolvimento do país; em contrapartida, os negócios de impacto social podem complementar ou qualificar a oferta pública existente; podem, ainda, facilitar o acesso ao serviço público.

Com base nessa premissa, a equipe da Artemisia definiu – em parceria com o Instituto Sabin – seis temas voltados para a prevenção e promoção da saúde: Alimentação e Nutrição; Vida Saudável; Terceira Idade; Saúde da Mulher; Medicina Diagnóstica; e Produtos e Serviços Inovadores. Esses eixos estão alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS) – em especial, ao ODS 3 (Saúde e Bem-Estar), definido como: “assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todas e todos, em todas as idades”, e que é transversal em toda análise de busca e seleção de negócios que será realizada no programa. O conjunto de ODS constituem uma agenda mundial adotada durante a Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, composta por 17 objetivos e 169 metas a serem atingidas até 2030 para estimular ações em áreas de importância crucial para a humanidade e para o planeta.

Segundo Priscila Martins, gerente de Relações Institucionais da Artemisia, a aliança entre organizações traz visibilidade a uma questão de suma importância para o país. “Partilhamos a crença de que as startups podem trazer inovações escaláveis para melhorar o atendimento à população de baixa renda. A Artemisia, inclusive, já analisou 1.000 organizações no setor de saúde e acelerou 21 empresas que são exemplos concretos de como soluções inovadoras já estão transformando o setor da saúde no Brasil”, afirma. A executiva acrescenta que desenvolver uma parceria na área da saúde tem sido estratégico para a organização. A Artemisia acredita que mais do que apoiar negócios de forma isolada, é preciso colaborar com o fortalecimento setorial para assim alcançar a transformação almejada para o país. “Temos buscado realizar parcerias com organizações que são referências em seus setores de atuação, que compactuem com a nossa visão de construção de negócios que melhorem a vida de milhares de pessoas e potencializem os resultados do nosso trabalho”, afirma.

 Com a missão de promover a qualidade de vida nas comunidades nas quais o Grupo Sabin atua, o Instituto está engajado no objetivo de buscar modelos sustentáveis para promover o bem-estar dos brasileiros em três áreas estratégicas: saúde, educação e esportes. Segundo Fabio Deboni, gerente-executivo do Instituto Sabin, a organização almejava entender melhor o campo e buscava uma aproximação que não fosse trivial, ou seja, que trabalhasse sob uma perspectiva diferente dos demais institutos, que convencionalmente investem em premiações ou seleção de startups. “O Instituto Sabin sempre esteve focado na construção de relacionamentos duradouros e relevantes. Dessa forma, buscamos parceiros como a Artemisia, que tem a mesma linha de propósito e profundo conhecimento do campo”, afirma Deboni.

 

       
Publicidade

Deixe uma resposta