✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Instituições da saúde apoiam recomendação contrária aos inibidores de apetite

Publicidade

“Diante da polêmica surgida em relação à proposta de resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de cancelamento do registro no Brasil da sibutramina, anfepramona, femproporex e mazindol (substâncias utilizadas como inibidores de apetite), as instituições e entidades de saúde pública listadas abaixo se posicionam favoráveis a este cancelamento, com base em consistentes estudos científicos internacionais e na recomendação da Câmara Técnica de Medicamentos (Cateme) à Anvisa.
Estes estudos revelaram ausência de benefícios à saúde a longo prazo e aumento do risco de complicações cardiovasculares em usuários destas substâncias e, por conta de seus resultados, órgãos reguladores dos EUA e Europa já cancelaram seus registros. Ao apoiar a recomendação da Cateme, nos somamos aos que colocam a saúde da população brasileira acima dos interesses comerciais e de mercado”.

Estudos internacionais revelaram ausência de benefícios à saúde a longo prazo e aumento do risco de complicações cardiovasculares em usuários de inibidores de apetite.
Assinam a nota as seguintes entidades:
Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz)
Instituto Nacional de Controle da Qualidade em Saúde (INCQS/Fiocruz)
Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec)
Sociedade Brasileira de Vigilância de Medicamentos (Sobravime)
Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (Abrasco)
Centro Brasileiro de Estudos da Saúde (Cebes)
Associação Paulista de Saúde Pública (APSP)
Grupo de Prevenção ao Uso Indevido de Medicamentos (GPUIM) da UFCE
Departamento de Farmácia Social da Faculdade de Farmácia da UFMG
Associação Brasileira de Saúde Mental (Abrasme)

       
Publicidade

Deixe uma resposta