Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

InRad adota solução de PACS e RIS da Philips

Publicidade

Ir além da relação fornecedor/cliente. Esta foi a proposta que resultou na implantação das soluções de PACS e RIS da Philips no Instituto de Radiologia (InRad) do Hospital das Clínicas.
O instituto é a primeira instituição da América Latina a implantar o ISite PACS, sistema de arquivamento e distribuição de imagens da Philips. O diferencial da solução é que ela é implantada como serviço e remunerada por utilização. “Essa solução é muito bem vista pelo sistema público. Um software como esse não custa menos de R$ 10 milhões, mas sendo remunerado por utilização, torna-se mais acessível”, assinala o vice-presidente de Cuidados com a Saúde da Philips para América Latina, Daurio Speranzini.
O projeto do PACS levou dois anos para ser implantado, e envolveu a migração de equipamentos analógicos para equipamentos digitais, mudanças na estrutura física do instituto para abrigar os novos equipamentos e modernização na estrutura de TI. Os equipamentos foram adquiridos por meio de recursos de uma organização não governamental internacional, interessada em financiar projetos que atendam a população de baixa renda em países emergentes.
O investimento do InRad no projeto foi de R$ 5 milhões, utilizados na reestruturação física da unidade e na aquisição de computadores e monitores. “O recurso utilizado para o pagamento do serviço é o equivalente ao que gastávamos com a impressão dos exames em filme”, destaca o presidente do Conselho Diretor do InRad, Giovanni Guido Cerri. O gasto anual do instituto com filmes chegava a R$ 1,2 milhão por ano.
O sistema integra todos os equipamentos de imagem do InRad e pode ser acessado por computadores das clínicas, pronto-socorro, enfermarias, unidades de terapia intensiva  de todo o complexo do Hospital das Clínicas. A sala de laudos conta com 26 estações de trabalho. “A expectativa é que até o final deste ano os equipamentos de imagem do Instituto do Coração (Incor) já estejam ligados ao PACS e que até o final de 2009 os equipamentos de todo complexo estejam integrados”, aponta Cerri.
Entre os benefícios trazidos pela implantação do PACS estão o ganho de produtividade, de 30% nos exames radiológicos e 20% nos demais exames, e a economia de R$ 300 mil/ ano referente à repetição de exames. O InRad realiza uma média de 40 mil exames de imagem por mês.
Além da solução
No projeto, a Philips ofereceu o serviço de parceria consultiva com o PMT (Program Management Tool), programa que auxilia as instituições em gestão, recursos humanos e suporte. “A venda tradicional não traz nenhum diferencial. Conseguimos nesse projeto mostrar o conceito da Philips como parceira do cliente”, afirma Speranzini.
Além do projeto de PACS do InRad, a Philips já tem mais quatro instituições em processo de implantação do sistema. “Mais do que crescer nesse segmento, o importante foi implantar a solução de forma correta, em um instituto de referência com o HC. Em 2008, teremos muitos projetos desse tipo implantados”, destaca o executivo.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta