Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Impacto das catástrofes estimula tema da campanha 2009

Publicidade

Os dados de 2008, divulgados pela OMS, mostram que 321 catástrofes naturais mataram aproximadamente 236 mil pessoas – um número de mortes, que foi quase quatro vezes superior à média total anual para os sete anos anteriores. Segundo a Nações Unidas “Estratégia Internacional para Redução de Desastres (UNISDR), dois fenômenos naturais foram grandes responsáveis por estes números obtidos: o Ciclone Nargis, que deixou mais de 138 mil pessoas mortas ou desaparecidas em Mianmar, e o terremoto no sudoeste da China, que deixou 87.476 pessoas mortas.
Deixe o seu comentário sobre esta notícia
Tem mais informações sobre o tema? Então, clique aqui
Juntamente com outros eventos relacionados com a meteorologia, as inundações se mantiveram um dos mais frequentes desastres no ano passado. Em 2008, catástrofes movimentaram um custo de 181 milhões de euros.
O terremoto Sichuan sismo teve danos estimados em 85 bilhões de euros, contra 30 bilhões de euros causados pelo furacão Ike, nos Estados Unidos.
Embora apenas 11% das pessoas expostas aos perigos naturais vivem em países em desenvolvimento, elas representam mais de 53% das mortes globais devido a catástrofes naturais.
Baseado nos números de 2008, a OMS desenvolveu para este ano a importância de investir em infra-estrutura sanitária que pode suportar riscos e servir as pessoas em necessidade imediata. Eles também estão solicitando os serviços de saúde para implementar sistemas internos para responder a emergências, como incêndios e garantir a continuidade dos cuidados.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta