Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Hospital São Luiz inaugura unidade voltada à gestação de alto risco

Publicidade

Uma Unidade Semi-Intensiva para Gestação de Alto Risco é a novidade do Hospital e Maternidade São Luiz. O serviço tem como principal objetivo fornecer atendimento e tratamento altamente especializados às pacientes de gestação múltipla e às portadoras de doenças e sujeitas a intercorrências obstétricas como hipertensão arterial, diabetes, ruptura prematura de membranas, abortos de repetição, entre outros, e que por este motivo apresentam maior incidência de complicações. A paciente da Unidade Semi-Intensiva de Gestação de Alto Risco receberá suporte multidisciplinar dos principais profissionais do São Luiz, contando inclusive com o acompanhamento à distância, feito pelo seu médico por meio da internet. De acordo com Fabiana Veras, enfermeira obstétrica, que coordenará o serviço no Hospital e Maternidade São Luiz, este também é um dos diferenciais desta Unidade, já que o médico poderá acessar todo o monitoramento da paciente, em tempo real, mesmo estando em seu consultório. Para que seu médico possa, por meio do site do São Luiz consultar a evolução do quadro clínico da gestante internada, a equipe que acompanha a paciente atualizará seu histórico.
A Unidade Semi-Intensiva para gestação de alto risco é composta de dez leitos e está equipada com monitor fetal (aparelho que mede o bem-estar do feto, verificando sua freqüência em sintonia com a movimentação dentro do útero), oxímetro (mede o nível de oxigênio que chega até o feto), monitor de PA não-invasivo (aparelho que mede a pressão da mãe em tempo integral, sem nenhuma intervenção no feto), carrinho de emergências e aparelhagem de ultra-som disponível 24 horas, além de atendimento médico obstétrico em tempo integral. Uma enfermeira e um pediatra também visitarão as pacientes durante o período de internação, esclarecendo todas as dúvidas e o funcionamento da Unidade.
Para avaliar a gravidade do problema e determinar se a gestação é de alto risco, a equipe multidisciplinar do Hospital e Maternidade São Luiz usará uma tabela que pontuará cada caso, sendo que a decisão de permanência nesta unidade é tomada em conjunto com o obstetra da paciente
De acordo com o São Luiz, em 2003, a instituição registrou 915 internações de alto risco, sendo que 42 casos foram de hipertensão, 15 de diabetes gestacional e tipo I, três doenças auto-imunes, 20 ITU (infecções urinárias complicadas), 44 rupturas prematuras de membrana, dez de cálculo renal, 32 TPP (trabalho de parto prematuro), 2 de colecistite (inflamação da vesícula), três de pneumonia e três de cardiopatia.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta