Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Hospital Santa Júlia inaugura centro de tratamento de obesidade

Publicidade

O Hospital Santa Júlia, localizado em Manaus, passa a prestar um novo serviço à população: está implantando em suas dependências um Centro de Tratamento da Obesidade, seguindo a filosofia de trabalho do Instituto Garrido de Gastroenterologia e Cirurgia da Obesidade, de São Paulo, com o qual mantém parceria nesse projeto. O início dos serviços foi marcado pela realização de uma cirurgia de redução de estômago de um paciente com obesidade mórbida. De acordo com o Diretor Presidente do Hospital Santa Júlia, Edson Sarkis, o objetivo do Centro de Tratamento da Obesidade é proporcionar melhor qualidade de vida a pacientes que sofrem de obesidade mórbida e que necessitam de cirurgia para poder emagrecer.
O médico explica que o Centro funcionará com equipes multidisciplinares que atuarão no sentido de esclarecer e preparar as pessoas para a realização da cirurgia, desenvolvendo atividades como atendimento médico e orientação sobre as técnicas utilizadas para as cirurgias, dentre outras. Encontros mensais reunindo pacientes que já fizeram a operação e os que estão interessados em passar pelo procedimento acontecerão, sob a coordenação da equipe cirúrgica.
A nova etapa do Centro de Obesidade será iniciada em agosto, com a realização da segunda cirurgia, sob o comando da equipe multidisciplinar dos cirurgiões Edilson Sarkis Gonçalves, Sidney Chalub, Luciano Bendaham, Odaly Júnior, Marcos Cohen, de nutricionistas e da psicóloga Aline Regina Silva.
A parceria com o Instituto Garrido, para a implantação do Centro de Tratamento da Obesidade, foi uma iniciativa do grupo de cirurgia do Hospital Santa Júlia em função desta ser considerada uma das instituições mais conceituadas no campo das cirurgias gástricas. O Instituto, dirigido pelo Prof. Dr. Arthur Garrido, o primeiro a realizar cirurgia da obesidade no Brasil, membro da Sociedade Americana de Cirurgia Bariátrica (ASBS), é o que mais realiza operações no mundo – mais de cinco mil até este ano. De acordo com o médico Nivaldo Moraes, a estimativa é de que 1 milhão de pessoas em todo o Brasil necessita fazer a cirurgia.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta